• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Fóssil de 'baleia' com 4 patas foi encontrado no Peru

POR Diogo Quiareli    EM Mundo Animal      08/04/19 às 14h39

Uma espécie de baleia teve o seu esqueleto encontrado recentemente nas planícies litorâneas do Peru. A baleia anfíbia de 42,6 milhões de anos chamou a atenção de pesquisadores do mundo inteiro. Essa descoberta foi anunciada na quinta-feira (4) no periódico Current Biology. É possível saber agora, com riqueza de detalhes, como as baleias (que eram originalmente mamíferos terrestres quadrúpedes) tornaram-se galalaus marinhos em corpo liso e com as nadadeiras que conhecemos hoje. Acredita-se que, após a extinção dos dinossauros, 65 milhões de anos atrás, os mamíferos sobreviventes do impacto do asteroide Chicxulub puderam sair de suas tocas. Acreditam que, na época, todos eram minúsculos, se assemelhando aos ratos ou musaranhos. Além disso, tinham hábitos noturnos.

Os cientistas dizem que isso acontecia porque não era fácil conviver com os Tiranossauros Rex e afins. No cenário pós-asteroide, os ecossistemas estavam devastados. Havia poucas plantas, não havia herbívoros para comer as plantas, nem carnívoros. Após milhões de anos, os mamíferos começaram a dominar a Terra novamente. Eles aumentaram de tamanho e ocuparam nichos ecológicos inéditos. Após encontrarem os restos mortais desta baleia, cientistas começaram a estudar mais sobre e descobrir o passado do nosso planeta.

Fóssil da baleia com 4 patas

O fóssil da antiga baleia com 4 patas foi encontrado ao longo da costa do país. O estudo com os restos mortais do mamífero, que leva o nome de Peregocetus Pacificus, foi publicado no Journal Current Biology. Os especialistas que o descobriram, conseguiram notar que os pés com cascos e o formato das pernas da criatura conseguiam suportar o peso do animal. Isso mostrou que eles provavelmente tinham um estilo de vida semi-aquático. Além dessas características físicas, essa espécie possuía uma grande cauda, o que indica que ele nadava bem. Os fósseis encontrados datam 42,6 milhões de anos.

"As baleias são este exemplo icônico de evolução", disse Travis Park, especialista em baleias no Museu de História Natural de Londres. Ele não participou dos estudos recentes. A descoberta não é a primeira desse tipo. Antecessores de baleias, mais velhas e um pouco menores, já haviam sido encontradas antes na Índia e Paquistão. Essas, no entanto, datavam 53 milhões de anos. "Outros exemplos dessa época foram espécimes mais fragmentadas e menos completas", disse Olivier Lambert, cientista do Instituto Real Belga de Ciências Naturais.

Esse fóssil encontrado se difere dos demais por trazer indícios sobre as habilidades de natação e caminhada dessas baleias. Isso acontecia durante o seu período de vida, pós dinossauros. Dentes afiados e focinhos longos sugerem que essa espécie comia peixes ou crustáceos. Até o momento, os estudiosos não sabiam ao certo como elas tinham se dispersado até chegar nas Américas. A hipótese é de que as antigas baleias teriam cruzado o Atlântico com a ajuda da força das correntezas. De acordo com eles, a distância entre os continentes era metade do que é hoje e isso teria facilitado o deslocamento.

E aí, o que você achou dessa descoberta incrível? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento. Aproveite para fazer um tour por nosso site e mergulhe em um oceano de curiosidades.

Próxima Matéria
Diogo Quiareli
Geminiano, 24 anos, goiano.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+