• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Fotógrafa documenta depressão de marido em série de fotos íntimas

POR Júlia Marreto    EM Entretenimento      24/01/17 às 18h43

A depressão nervosa é mais comum do que muita gente imagina, são cerca de 2 milhões de casos por ano só no Brasil. Felizmente é um distúrbio tratável e que se resolve em questão de meses, porém é necessário um diagnóstico médico mas não são necessários exames laboratoriais ou de imagem. Entre as causas estão: desequilíbrio químico do cérebro e acontecimentos desgastantes, como a perda de um ente querido.

Algumas das características da depressão são tristeza persistente /ou perda de interesse, que podem acarretar uma gama de problemas emocionais e físicos. Além disso, também pode apresentar dificuldades para dormir e de concentração. Disfunção alimentar, níveis de energia reduzidos e, por vezes, pensamentos suicidas. A psicoterapia com um psicólogo ou psiquiatra especializado é o tratamento básico. Também há o uso de medicamentos que agem sobre o desequilíbrio químico do cérebro.

Precisamos lembrar que não temos o intuito de criticar, julgar, muito menos impor verdades absolutas. Nosso objetivo é único e exclusivo de informar e entreter. Por isso, o conteúdo dessa matéria se destina a aqueles que se interessarem e/ou identificarem.

Nós aqui da redação da Fatos Desconhecidos já falamos algumas vezes sobre a depressão, caso você tenha interesse, pode conferir algumas matérias, como: 8 coisas que as pessoas que tem depressão não suportam mais escutar; 10 ilustrações que mostram como é a vida de uma pessoa com depressão; Essas imagens vão te mostrar o lado silencioso da depressão; Entenda como suas fotografias podem revelar se você tem depressão; 7 sintomas da depressão que poucas pessoas conhecem.

O marido da fotógrafa Maureen Dennan tem depressão e luta constantemente contra esse problema. Foi dado o nome de "The Sea That Surrounds Us" (O mar que nos cerca, tradução livre). O nome do projeto foi retirado de um verso de um poema do poeta chileno Pablo Neruda, chamado Night on the Island (Noite na ilha, tradução livre).

Um título que reflete a decisão da fotógrafa de intercalar fotos de seu marido com fotos de Block Island (ilha em Rhode Island, Estados Unidos). A esterilidade e isolamento da ilha funciona tanto como uma encarnação física da distância que ela sentia de seu marido, como uma manifestação tangível do próprio estado interior do seu marido no período de depressão.

Esse foi um período que o casal superou e decidiu deixar para trás, mas a série fotográfica serve como um lembrete do quão frágil pode ser o ser humano. E o quanto é difícil compreender, verdadeiramente,  as experiências de outra pessoa, não importando o quão próxima ela seja de nós.

02 03 04 05 06 07 08 10 12

11 13 14

Então pessoal, o que acharam dessa série? Conhecem alguém com depressão? Uma pessoa próxima? Conseguiram superar? Encontraram algum erro na matéria? Ficaram com dúvidas? Possuem sugestões? Não se esqueçam de comentar com a gente!

Próxima Matéria
Via   google     maureendrennan     boredpanda  
Júlia Marreto
É a dona de um coração esculpido pela literatura e preenchido pelos bons vinhos de Baco. Guiada nas artes da vida por Ares, possui a discreta delicadeza de um elefante pulando carnaval numa loja de cristais! Movida diariamente pelo combustível da vida: o café, essa garota possui raízes profundas na poesia da vida. É muito séria, mas sabe brincar na hora certa. Ama os animais e detesta filme de terror. Apesar de cantar mal, canta com sentimento. E adora musicais! Sua principal tentativa desportiva é o baralho. Ela gosta mesmo é de coisas antigas, apaixonada pela vida e sonha com o universo. Instagram: , @juliamarreto
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+