icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


Fotógrafo mostra a triste realidade das pessoas que moram em cômodos de 4 metros quadrados na Coreia do Sul

POR Diogo Quiareli    EM Curiosidades      14/08/20 às 15h04
capa do post Fotógrafo mostra a triste realidade das pessoas que moram em cômodos de 4 metros quadrados na Coreia do Sul

A Coreia do Sul está entre os países mais admirados do mundo. O lugar é muito conhecido pelos arranha-céus, por sua comida bastante apimentada, a tecnologia altamente desenvolvida e seus grupos de K-pop (pop coreano). No entanto, nem tudo por lá são flores. Assim como todos os países do mundo, há um lado obscuro na Coreia do Sul. O fotógrafo, Sim Kyu-Dong, tomou a iniciativa de mostrar um aspecto do país asiático que quase ninguém conhece. Trata-se do goshiwon. Essa é uma forma de unidade habitacional barata e extremamente apertada onde vivem as pessoas mais pobres do país. É quase desumano como vivem.

Há um lado bom nessas moradias: elas também acolhem pessoas que moram na rua ou que precisam lidar com problemas físicos e/ou mentais. Ou seja, o que pode ser uma prisão para uns, acaba sendo a solução para outros. Se você nunca ouviu falar sobre isso, te convidamos a entender um pouco mais desses lares de apenas quatro metros. Confira conosco a seguir e aproveite para compartilhar com seus amigos desde já. Sem mais delongas, vamos lá.

Os goshiwons, casas de 4 metros, eram acomodações para estudantes que se preparavam para provas difíceis

"Os quartos são muito pequenos, servem apenas para dormir e estudar", disse o fotógrafo. Hoje em dia, o goshiwon se transformou em um espaço de baixo custo, principalmente porque não exige seguro-fiança (ou um fiador). Isso é totalmente diferente de qualquer outro apartamento na capital sul-coreana. Desta forma, muitas pessoas que não têm muito dinheiro, acabam vivendo em um goshiwon por algum tempo.

Vantagens e desvantagens da moradia

Essas pequenas moradias da Coreia do Sul costumam ter uma cama, uma mesa e um armário. Todo o resto é compartilhado com outros moradores. A primeira coisa que reparamos é no tamanho da cama. Ela é bastante pequena. Além disso, os moradores jamais e sentem sozinhos, porque mesmo fechando a porta, podem ouvir barulhos dos outros quartos. "A minha primeira vez em um goshiwon foi melhor do que eu esperava. Eu consegui viver com poucas peças de roupas e poucos objetos em uma pequena sala. O lugar me mostrou o charme que é ter uma vida minimalista", completou Sim.

Goshiwon é um bom começo

O fotógrafo afirmou que o goshiwon é uma espécie de moradia,  que surgiu como alternativa aos elevados preços na capital da Coreia do Sul. Segundo ele, se não fosse por isso, jamais teria saído de sua cidade natal. "muitos jovens vivem em goshiwon durante uma temporada, principalmente quando estão no começo da vida profissional. Dessa forma, economizam para alugar uma casa".

Valores nem sempre iguais

O valor a ser pago depende da qualidade das instalações. O goshiwon pode ser alugado por 200 dólares. Alguns outros cômodos mais sofisticados podem chegar a valer 500 dólares o aluguel. Quarto com banheiro é mais caro e costuma ter um acréscimo de 5 dólares. Quarto com janela também é mais caro e varia de acordo com a vista. Se essa é para o corredor ou para o exterior.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comente então pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Vale lembrar que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.


Próxima Matéria
Via   Incrivel Club  
Imagens Metro
avatar Diogo Quiareli
Diogo Quiareli
Geminiano, 26 anos, goiano. Amante de música pop, fã de Katy e Luan.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest