icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


Garota morre depois de usar absorvente interno do jeito errado

POR Mateus Graff    EM Curiosidades      05/07/18 às 14h43
capa do post Garota morre depois de usar absorvente interno do jeito errado

O absorvente interno é um tipo de absorvente feminino. Para quem é leigo no assunto (no caso homens), esse absorvente é inserido no canal vaginal para absorver o sangue da menstruação. Seu uso é um pouco problemático pelo fato de durar menos tempo e de ter a eficácia limitada.

Bom, mas agora vamos contar um caso raro envolvendo o uso de um absorvente interno que terminou em morte. Apesar de poder acontecer com com qualquer mulher. A jovem Sara Manitoski, de 16 anos, morreu em uma viagem escolar em 2017. Ela faleceu perto da Ilha de Vancouver, no Canadá. A causa da morte da moça, entretanto, só foi descoberta pela família meses depois do ocorrido. Qual era o motivo? A fatalidade foi atribuída à síndrome do Choque Tóxico (SCT) decorrente do uso de absorvente interno.

A fatalidade

No dia que Sara morreu, seus amigos acharam que ela ainda estava dormindo quando a deixaram na cabana em que se hospedavam. Quando voltaram do café da manhã, eles viram que o despertador de Sara estava tocando sem parar, mas que ela continuava na cama. Na hora, atendentes de emergência foram chamados e tentaram realizar ressuscitação cardiopulmonar, mas infelizmente ela acabou falecendo no local.

Depois de nove meses um legista asseverou que Sara morreu de SCT. No caso foi Staphylococcus aureu, uma bactéria que estava no absorvente interno e que devido a uma provável má colocação do mesmo provocou fissuras na pele da região, culminando na referida síndrome.  Durante o processo de autópsia a bactéria inclusive ainda estava dentro do corpo de Sara. Na ocasião também foram detectados outros sinais da síndrome.

Carli Manitoski, irmã de Sara, conta que ela não estava se sentindo bem antes de ir dormir naquela noite. Ela disse em entrevista: "Minha irmã queixou-se de dores no estômago antes de ir para a cama e nunca acordou".

Carli postou um texto nas redes sociais no dia 5 de dezembro de 2017 alertando as garotas sobre o uso indevido do absorvente interno.

SCT

A SCT é causada pela exposição à bactéria estafilococos. Essa bactéria libera toxinas no sangue, que acaba se espalhando pelo corpo e pelos órgãos. Os sintomas são:  febre, hipotensão, descamação na pele, mialgia, vômito, diarreia e dores de cabeça.. Como a síndrome pode ser fatal em cerca de 50% dos casos, é preciso ficar atenta para buscar um médico assim que você perceber os sintomas.

Estamos falando de uma síndrome rara, com incidência de 15 a 52 casos a cada milhão de habitantes. Em mais de um terço dos casos são as mulheres ( menos de 19 anos) que estão envolvidas. Vale lembrar também que cerca de 30% das mulheres que já tiveram a doença vão contraí-la novamente.

Mas como evitar a doença por causa dos absorventes internos? A má colocação, por exemplo, é um fator de risco por que o absorvente pode ficar mal alojado e consequentemente abrir feridas nas paredes vaginais, por onde a bactéria pode entrar. Outros perigos são usar um absorvente maior do que o necessário e passar mais de 8 horas com o mesmo absorvente.

Bom, esperamos que essa matéria possa ter servido como um alerta para nossas leitoras. Mas e você, sabia dos riscos do absorvente interno? Não esqueça de deixar um comentário aqui embaixo pra gente!


Próxima Matéria
avatar Mateus Graff
Mateus Graff
https://www.instagram.com/mateusgraff/ https://www.facebook.com/mateus.adjutomartinsgraff
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest