• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Gatinho foi clonado pela ciência para confortar o seu dono

POR Jesus Galvão    EM Mundo Animal      23/08/19 às 17h39

Em um futuro não muito distante, talvez seja possível clonarmos nossos animais de estimação. Na verdade, já o é. Mesmo que isso não esteja acessível a grande maioria das pessoas ao redor do planeta e as questões éticas em relação à coisa toda ainda não tenha sido de fato bem definida.

Independentemente disso, a empresa chinesa Sinogene Biotechnology Company anunciou recentemente a clonagem bem-sucedida de um gato. Ele foi chamado de Garlic e seu nascimento ocorreu em julho de 2019. O espécime macho veio ao mundo 66 dias após a implantação de um embrião, que foi obtido artificialmente em um laboratório de genética, em uma mãe de aluguel.

Garlic não é o primeiro gato clonado do mundo. Entretanto, o felino é um "pioneiro" para os chineses. Além do mais, o animal foi o primeiro mamífero clonado nos laboratórios da Sinogene Biotechnology Company. Apesar das controvérsias morais, os cientistas criadores de Garlic defenderam sua ação por ela ser motivada sob um propósito nobre.

A clonagem do felino ocorreu para que eles pudessem "devolver" o animal de estimação preferido de um cidadão chinês chamado Huang Yu. O primeiro pet de Yu morreu de uma infecção grave no trato urinário, deixando seu dono completamente desolado.

O assunto se tomou conta das manchetes nos principais veículos de comunicação orientais. Yu se tornou o centro das atenções quando em uma coletiva de imprensa ele contou as razões que o levaram a pedir a clonagem que resultou no nascimento de Garlic. "Meu querido gato morreu de uma doença urinária. Eu decidi clonar porque era muito especial e inesquecível para mim", disse o chinês.

Garlic

Porta-vozes da Sinogene Biotechnology Company durante a coletiva entraram em defesa de Yu, além de defenderem a clonagem dos animais. "É possível alcançar o carinho desejado e obter uma amizade ao longo da vida com animais de estimação. Como a ideia da separação se torna inaceitável e insuportável para muitos, oferecemos a solução. Os animais de estimação fazem parte da família e devem ser tratados assim", disseram eles.

"Na esperança de alcançar uma fonte duradoura de felicidade na vida das pessoas, A Sinogene segue de pé no aproveitamento dos avanços tecnológicos para trazer de volta os animais que morreram."

Vale nos lembrarmos que, em 1996, o mundo se viu em meio a polêmica clonagem da ovelha Dolly por cientistas escoceses no Instituto Roslin, em Edimburgo. A ovelha foi o primeiro mamífero clonado do mundo. No entanto, sua saúde nunca foi das melhores. Em geral, a expectativa de vida das ovelhas é de 12 a 15 anos. Infelizmente, Dolly viveu apenas 7 anos. Sendo sacrificada em 2003 quando desenvolveu múltiplos problemas pulmonares e artrite generalizada.

A saúde de animais clonados é constantemente pauta de debates bioéticos. "Existe algum sentido em replicar a vida quando, de alguma forma, ela está fadada ao sofrimento e à morte prematura?" É uma das questões abordadas pelas pessoas em relação ao trabalho realizado por biotecnologistas e geneticistas especialistas.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Via   VIX  
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+