• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Histórias de pessoas comuns que se depararam com segredos terríveis

POR Diogo Quiareli    EM Curiosidades      28/12/19 às 11h17

Diversos crimes acontecem diariamente no mundo todo. São coisas absurdas, capazes de nos deixar de boca aberta. Esses que conhecemos, geralmente, são os destaques na TV, capas de jornais ou são os casos viralizam nas redes sociais. No entanto, existem vários crimes e segredos obscuros que sequer imaginaríamos, se não fossem pessoas comuns, acidentalmente, descobrindo esses segredos. Isso porque, como todos sabem, resolver crimes, de forma intencional, é trabalho da polícia, assim como desvendar casos de corrupção ou coisas do tipo. Talvez, seja sorte ou um tremendo azar encontrar algo assustador, mas impactante, mesmo sem ter a menor das intenções.

Você já se deparou com algum segredo, que não buscava achar, mas encontrou de forma aleatória? Foi pensando nesse assunto, que resolvemos trazer essa matéria. A redação da Fatos Desconhecidos buscou e listou para você, caro leitor, algumas pessoas comuns, que se depararam com segredos terríveis. Se souber de algum outro caso, que não listamos aqui, manda pra gente nos comentários aí embaixo. Agora, sem mais delongas, confira conosco e surpreenda-se.

Segredos terríveis encontrados por pessoas comuns

1 - Encontrou ossos humanos enquanto trabalhava

Michael Cattran era um encanador de um empresa, em 1983, quando recebeu uma chamada. Ele foi procurado, para realizar um trabalho em uma casa antiga, nos arredores de Londres. O lugar estava com problemas nos banheiros. Ele não sabia que ali, encontraria um dos maiores segredos de sua vida. O homem abriu uma caixa de esgoto e encontrou ossos e carnes. Ele se perguntou se poderiam ser de humanos. No dia seguinte, desconfiado, ele voltou com o supervisor, mas não encontraram nada mais. Ele resolveu olhar os canos laterais e encontrou outros ossos, que pareciam ser de mãos humanas. Ele então chamou a polícia, que identificou os restos mortais. Eles descobriram que o inquilino, Dennis Nilsen, era um assassino em série, que tinha matado cerca de 15 pessoas, desde 1978.

2 - Engenheiro percebeu o desastre de Chernobyl

Cliff Robinson chegou mais cedo no trabalho, no dia 26 de abril de 1986. Ele decidiu ir para a sala de descanso, e depois, escovar os dentes no vestiário. Para voltar para onde estava, precisava passar por uma varredura, com detector de radiação. Isso porque o vestiário ficava em uma seção protegida da usina nuclear de Forsmark. Nesse momento, o alarme disparou. Foi notada presença de poeira radioativa em seus pés. Ele percebeu que a radiação não vinha de onde ele estava. Ele analisou os sapatos e viu que alguns elementos sequer existiam ali. Foi aí que, analisando a direção dos ventos, notou que vinha da Ucrânia, a quase mil quilômetros de distância. Naquele momento, havia acontecido o acidente de Chernobyl.

3 - Experiência de Tuskegee

Em 1966, mais um dos segredos, mais secretos, foram descobertos. Nesse ano, havia um médico, conhecido como Dr. Anon, trabalhando em San Francisco, e ele era especialista em doenças do sistema nervoso central. Um paciente negro idoso foi encaminhado a ele. Ele sofria algum tipo de insanidade não especificada. O homem tinha sido diagnosticado com neurossífilis. O tratamento contaria com um medicamento, que mataria a infecção. O doutor, no entanto, recebeu uma ligação, que dizia para ele não tratar o paciente. Aquele era um teste, para dizer, aos negros, que eles tinham "sangue ruim". Ele fazia parte de um experimento falso, que deveria durar seis meses, mas durou mais de 30 anos. Mais de 100 pessoas morreram infectadas. Um certo dia, um oficial escutou um colega de trabalho de doutor Anon, falando sobre. Peter Buxton revelou o experimento ao mundo.

4 - Teste de bomba atômica

Julian Webb, físico da Kodak, decidiu descobrir o que estava acontecendo no mundo. Ele foi até uma fábrica e percebeu que tinha algumas coisas contaminadas com radioatividade. A fim de estudar mais, foi em outra fábrica, e percebeu produtos com o mesmo problema. A fonte dessa radioatividade, no entanto, era algo produzido por fissão nuclear. Foi aí, que ele descobriu um dos grandes segredos de sua vida, ao se questionar se alguém teria explodido uma bomba nuclear. A América havia acabado de realizar seu primeiro teste bem sucedido de bomba atômica.

5 - Balconista reduziu atrocidades no Congo

No começo do século, o Congo estava sob o controle do rei Leopold II, da Bélgica. Tudo era dominado por Leopold. A história diz que ele negociava com o Congo, diretamente e pessoalmente. Foi aí, que um balconista, certa vez, começou a questionar sobre a chegada dos navios. Os navios haviam partido com nada além de munição e voltavam cheios de borrachas e marfim. Ele começou a se questionar, se os homens de Leopold estavam escravizando os congoleses, mesmo décadas após o comércio de escravos no Atlântico ter acabado. A escravização era ilegal no Congo e na Bélgica. O balconista reclamou, mas esse era um dos maiores segredos da época, então, ofereceram uma promoção em troca do silêncio. Ele recusou e fundou uma associação, para expor o que estava acontecendo. Ele provou que Leopold estava escravizando os congoleses. Com isso, ele conseguiu visibilidade e salvou o povo do Congo.

E aí, você conhecia essas histórias? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

Próxima Matéria
Diogo Quiareli
Geminiano, 26 anos, goiano. Amante de música pop, fã de Katy e Luan.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+