icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


Homem é diagnóstico com ''esquizofrenia'' depois de ser arranhado por gato

POR Toni Nascimento EM Curiosidades 27/03/19 às 18h55

capa do post Homem é diagnóstico com

Como a maioria das doenças mentais, a esquizofrenia é bem complexa e nem sempre fácil de entender. Basicamente, ela é um distúrbio que afeta a capacidade da pessoa de pensar, sentir e se comportar com clareza.

Ela pode ser facilmente caracterizada por pensamentos ou experiências que parecem não ter conexão com a realidade. Sinais como fala ou comportamento desorganizado e participação reduzida nas atividades cotidianas podem indicar o problema. Dificuldade de concentração e memória também são sintomas.

O distúrbio pode aparecer em qualquer fase da vida, porém, a esquizofrenia se inicia com uma frequência bem maior em jovens adultos. Isso quer dizer, entre os 18 e os 30 anos de idade.

Apesar dos sinais começarem a se mostrar aos poucos, um adolescente do Centro Oeste americano apresentou os sintomas subitamente. Ele começou a experimentar pensamentos psicóticos intensos, deixando psiquiatras completamente perplexos. Mais surpreendente ainda é que os médicos afirmam que a doença foi desencadeada por um arranhão de gato.

A esquizofrenia

Os médicos que documentaram o caso de esquizofrenia no adolescente, afirmam que ela foi desencadeada por uma infecção bacteriana, provavelmente causada por um arranhão de gato.

O garoto, que tem apenas 14 anos, foi descrito como "sociável, atlético e academicamente ativo", e também com boa saúde. Em 2015, ele começou a apresentar alguns sintomas preocupantes de saúde mental.

O principal sintoma era o garoto acreditar que era um "maldito filho do diabo", e sentia uma tendência suicida, pois temia que pudesse matar sua família e amigos. Ele também desenvolveu uma longa série de fobias e um medo de que seu gato de estimação quisesse matá-lo.

Os médicos hospitalizaram o garoto na ala de psiquiátrica, prescrevendo drogas antipsicóticas. Mesmo após o início do tratamento, os episódios psicóticos continuaram por 18 meses. A pergunta que ficava era: por que isso aconteceu?

O arranhão do gato

Foi um dos médicos quem notou que o garoto tinha lesões semelhantes à estrias nas coxas e na axila. Com essas novas evidências, ele assumiu uma nova linha de investigação, partindo do pressuposto de que o garoto poderia estar sofrendo de uma infecção.

Após testes de sangue, o jovem deu positivo para Bartonella henselae, bactéria associada a uma infecção frequentemente contraída por uma mordida ou arranhão de um gato. Assim como os médicos suspeitavam, a família do garoto tinha dois gatos de estimação que haviam sido adotados em 2010.

Ficou claro que a saúde mental do adolescente fez uma recuperação muito boa após ter sido descoberto a infecção bacteriana, assim, ela pode ser tratada com terapias antimicrobianas. Ao que tudo indica, a sua esquizofrenia súbita teve gatilho na bactéria.

Isso indica que a infecção por Bartonella pode contribuir para distúrbios neuropsiquiátricos progressivos, como a esquizofrenia. "Além deste caso, há muito movimento em tentar entender o papel potencial de infecções virais e bacterianas nessas doenças clinicamente complexas", disse o Dr. Ed Breitschwerdt, professor emérito de Medicina Interna na North Carolina State University.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta aqui com a gente e compartilha nas suas redes sociais. E para você que vai se manter longe de arranhões daqui para frente, aquele abraço.


Próxima Matéria
Via   IFL Science  
avatar Toni Nascimento
Toni Nascimento
Nerd, mas principalmente amante do cinema. Mais em @nascimento_toni
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest