• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Imagens que mostram como era o Afeganistão antes do Talibã

POR Toni Nascimento    EM História      14/12/18 às 19h46

Atualmente, o Afeganistão está afundado em uma série de problemas complexos. A violência e a corrupção, sem dúvida alguma, são os mais fortes entre eles. Mas nem sempre foi assim. Na década de 1960, o país estava investindo freneticamente no petróleo da região, e nas indústrias de petróleo. Além disso, o país estava rico devido ao recebimento de um dinheiro que havia emprestado para a União Soviética. Para você ter uma ideia, o Afeganistão recebeu mais ajuda financeira da União Soviética do que qualquer outro país em desenvolvimento.

Enquanto edifícios começavam a surgir na cidade, as mulheres tinham oportunidade de trabalhar, além de que o uso da burca era opcional. O país, que apesar de conservador, estava se abrindo e ia muito bem no turismo. Foi uma época onde todo o mundo visitava o país. Tudo começou a desandar na década de 1970, devido à tramas de golpes e contra-golpes. Desde então, o mundo mudou completamente.

Graças ao Dr. Bill Podlich, temos registros dessa época anterior ao caos no país. Podlich disse que essas fotos "podem incentivar as pessoas a verem o Afeganistão e seu povo como eram antes, e como poderiam ser. É importante saber que temos mais em comum com pessoas de outras terras do que o que nos separa". Reunimos algumas dessas fotos para você.

#1

#2

#3

#4

#5

#6

#7

#8

#9

#10

#11

#12

#13

#14

#15

#16

#17

#18

#19

#20

#21

#22

#23

#24

#25

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta aqui com a gente e compartilha nas suas redes sociais. Para você que adora imagens que contam história, aquele abraço.

Próxima Matéria
Via   ati  
Toni Nascimento
Nerd, mas principalmente amante do cinema. Mais em @nascimento_toni
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+