icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


Isso é o que acontece quando alguém resolve girar um spinner no espaço

POR Isabela Ferreira EM Curiosidades 17/10/17 às 16h31

capa do post Isso é o que acontece quando alguém resolve girar um spinner no espaço

Há algum tempo o hand spinner surgiu no mercado, fazendo a alegria de muita gente por aí. Inicialmente ninguém sabia ao certo o que era aquilo e para que servia, mas mesmo assim virou uma febre mundial. Muitos vídeos de pessoas brincando com o objeto eram, e ainda são, postados diariamente nas redes sociais. O spinner nada mais é do que um brinquedo que ganhou o coração de crianças e adultos.

Seus criadores alegam que ele ajuda a amenizar os sintomas de estresse e ansiedade, embora existam muitos questionamentos sobre a real eficácia disso. Tudo que você precisa fazer é segurá-lo pela parte central e impulsionar suas bordas. Isso fará com que o brinquedo gire por um bom tempo sem parar, podendo ser segurado apenas pelas pontas de seus dedos.  Muita gente começou a fazer pequenas competições entre quem conseguia girar mais de um spinner ao mesmo tempo, ou com diferentes partes do copo.

Mas o que aconteceria se alguém girasse um spinner no espaço?

Embora pareça que o brinquedo tenha sido um pouco esquecido, é legal imaginar como ele agiria no espaço. Ao ser questionado sobre o assunto, Dan Huot, porta voz da NASA respondeu: "Um spinner na Estação Espacial Internacional (EEI) ainda estaria sujeito a fricção e resistência ao ar, o que ainda faria com que ele parasse de girar". A EEI é um laboratório que fica no espaço, utilizado pelos astronautas para experiências e afins.

Recentemente, Randy Bresnik, um astronauta da NASA que está no EEI decidiu fazer o teste e compartilhar a experiência com o mundo. Ele e seus colegas Mark T. Vande Hei, Joseph Acaba e Paolo Nespoli aparecem nas imagens se divertindo com um spinner, e é realmente impressionante.

A equipe realiza inúmeros truques com o brinquedo submetido à microgravidade. Inclusive, giram junto a ele enquanto permanecem flutuando na gravidade da EEI.

Um belo exemplo é o engenheiro de voo Vande Hei. Ele faz o spinner girar e em seguida, ele mesmo completa algumas rotações. Já Joe Acaba faz alguns mortais enquanto o objeto fica rodando. Convenhamos, dá até vontade de ter a mesma experiência que eles ali. O fato é que a gravidade do local realmente atua de forma diferente sobre as rotações do spinner.

A influência da gravidade

De acordo com o físico Paul Doherty, do Exploratório de São Francisco: "Em um spinner, você segura o centro de um rolamento de esferas, o impulsionamento faz girar e as partes externas do giro da agitação permanecem rodando por um bom tempo". Quanto menor for a força utilizada para fazê-lo girar, menor será a fricção existente no brinquedo, o que fará com que ele gire por mais tempo. No entanto, enquanto está no espaço, sua parte central não permanece imóvel.

Na descrição do vídeo postado, a NASA explica que "deixar que o spinner flutue, reduz o atrito de rolamento, permitindo que a taxa do anel central e do restante de sua estrutura se igualem, fazendo com que girem em unidade". Se você reparar, é exatamente o que acontece. O logo da NASA inicialmente permanece imóvel, quando Bresnik o faz rodar. Pouco depois ele começa a girar junto ao restante da estrutura. Bastante curioso, não acha?

E então pessoal, o que acharam? Já pensaram nessa possibilidade? Compartilhem suas ideias com a gente aí pelos comentários!


Próxima Matéria
avatar Isabela Ferreira
Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest