• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Isso é o que pode acontecer se você vomitar demais de uma vez

POR Cristyele Oliveira    EM Curiosidades      13/01/20 às 17h11

Convenhamos que vomitar é uma das coisas mais desagradáveis que existe. Mas além do incômodo nada agradável, o ato de vomitar, repetidamente, pode causar mais problemas do que um cabelo sujo de vômito. Exemplo disso foi o que aconteceu com um corredor de maratona, de 37 anos, que disputou sua primeira ultramaratona de 160 quilômetros, na Califórnia. Na ocasião, ele não conseguiu terminar a maratona, por motivos de saúde. O homem vomitou tanto que, literalmente, fez um buraco em seu esôfago.

O caso médico raro foi publicado no ano passado, na revista científica BMJ Case Reports. De acordo com o relatório, o maratonista, que estava participando da sua primeira ultramaratona, passou mal por volta dos cento e cinquenta quilômetros de prova. Ele e seu parceiro pararam para receber atendimento, em uma estação de ajuda e partiram. Logo depois, ele tentou tomar uma pílula antiinflamatória, que não foi bem aceita pelo seu organismo e ele precisou vomitar e cuspir a pílula. Depois de vomitar várias vezes, ele sentiu uma dor tão intensa que foi levado ao hospital. Lá, ele descobriu que tinha ferido gravemente o seu esôfago.

O caso

O sonho de terminar a sua primeira ultramaratona foi por água abaixo, quando o homem passou mal na reta final da prova. Ao tentar tomar uma pílula para melhorar os sintomas, o maratonista precisou vomitar para cuspir a pílula. Depois de vomitar repetidas vezes, ele sentiu uma dor tão forte, que pensou ter fraturado uma costela. No caminho até o hospital, o maratonista foi tratado como se tivesse sofrido um ataque cardíaco.

"Esse foi um dos casos mais importantes dos quais já tive que lidar enquanto trabalhava em um desses eventos", disse Andrew Pasternak, médico e autor do estudo de caso, do Centro de Medicina de Família Silver Sage em Reno, Nevada. Por sorte, Pasternak estava trabalhando no evento aquele dia.

Doze horas depois de chegar ao hospital, uma tomografia computadorizada mostrou, aos médicos, o que realmente aconteceu com o homem. Não se tratava de um ataque cardíaco, como se pensou inicialmente. Na verdade, o esôfago do homem se abriu espontaneamente depois de ele vomitar várias vezes. Essa é uma condição rara chamada síndrome de Boerhaave.

Síndrome de Boerhaave

E mesmo que a maioria dos casos de Boerhaave aconteça com pessoas idosas com riscos pré-existentes, como tabagismo, o vômito do homem aparentemente pressionou tanto o esôfago, que causou a abertura.

Os médicos responsáveis pelo estudo não souberam dizer ao certo o porquê de a pílula ter provocado o vômito. Mas é sabido que corridas de longa distância tendem a causar danos ao sistema gastrointestinal. No entanto, esse é o primeiro e único caso de Boerhaave, relacionado a uma maratona que se tem notícia até hoje.

"Nós achamos que foi uma ocorrência completa de aberração", disse o médico. "Por que a pílula ficou presa no esôfago naquele dia, durante aquele momento da corrida? Isso poderia ter sido relacionado a alguns dos estresses da corrida? Talvez", complementa Pasternak.

Quando essa síndrome foi descrita, pela primeira vez, no século 18, ela foi tida como uma condição universalmente fatal. Mas com os avanços no campo da medicina, hoje em dia, casos de pacientes com essa condição têm muito mais chances de sobreviver. Principalmente, se a pessoa for diagnosticada precocemente. O maratonista precisou ser submetido a uma cirurgia mas, felizmente, o buraco em seu esôfago se fechou, sem grandes danos. Inclusive, segundo o médico, o homem já pode até correr outra maratona em 2020.

Próxima Matéria
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+