• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Isso foi o que aconteceu após a morte de Pablo Escobar

POR Erik Ely    EM Curiosidades      13/02/20 às 15h39

Em vida, Pablo Escobar se tornou um homens mais ricos do mundo e era querido, e procurado, em toda a Colômbia. No entanto, após a morte de Pablo Escobar, sua família viveu um verdadeiro inferno em busca de lugar para morar.

Quando o maior narcotraficantes da história foi assassinado em 1993, sua viúva e filhos fugiram da Colômbia e passaram a procurar países que os aceitasse. No entanto, como era de se esperar, essa tarefa não foi nenhum um pouco fácil.

Condenados pelos pecados de um narcotraficante

Aos 44 anos, Pablo Escobar, um dos personagens mais emblemáticos da história, foi assassinato no dia 2 de dezembro de 1993. Sendo tão procurado, ele é considerado um dos maiores, senão o maior, narcotraficante do mundo. Dessa forma, Escobar enriqueceu traficando, principalmente, cocaína para diversos países do mundo. Em vida, El Patrón, como era conhecido, comandou o famoso Cartel de Medellín, organização criminosa mantida pelo dinheiro do tráfico de drogas.

Dessa forma, a morte de Escobar resultou de uma feroz caçada, que contou com forças do governo americano e também, forças ilegais. Tudo porque durante anos, Pablo foi o homem mais procurado da Colômbia. Como se pode imaginar, sua família sofreu duras consequências após o assassinato da figura mafiosa. Afinal, eles também se aproveitavam da riqueza vinda do tráfico. No entanto, todo o luxo e dinheiro que o narcotraficante colombiano acumulou, ao longo de sua vida, não fizeram diferença, no que viria acontecer com seus parentes mais próximos.

Os Escobar buscaram uma nova vida

Assim que o Escobar foi morto, sua família teve de concentrar suas forças em encontrar um lugar seguro para viver. Além de tudo, já que os cartéis de narcotráfico cobrariam caro pela morte de sua maior figura, os membros de sua família ainda poderia se tornar possíveis alvos. Por isso, eles começaram a procurar países que pudessem aceitar seu asilo. Naquela época, eles já tinha sido vítimas de diversas tentativas de assassinato.

Após meses, eles ainda não tinham sido aceitos em nenhum país. Durante esse período, eles viajaram pela Colômbia, em busca de um lugar longe do tráfico. De fato, eles estavam buscando deixar para trás a vida que Pablo vivia. Dessa forma, somente oito meses depois eles conseguiriam abrigo na Argentina. Dessa forma, Maria Henao, viúva de Pablo, e seus filhos, mudaram seus nomes e partiram para Buenos Aires, onde permanecem até os dias de hoje.

Sob os novos nomes, Maria Heano e seus filhos, Juan Pablo e Manuela, passaram a viver uma vida normal de classe média. Contudo, Juan é o único que falou sobre a vida de seu pai, publicada em seu livros. Manuela, a filha mais nova do narcotraficante, continua quase em anonimato.

De toda forma, muito ainda se questiona sobre onde poderia estar toda a fortuna de Escobar. De acordo com Maria e Juan, nenhum centavo ficou com eles. "Eu fui com minha mãe a essas reuniões. Exigiam que entregássemos todos os bens como parte do butim da guerra. A exigência era simples: se esconderem uma só moeda, iremos matá-los. Assim, salvamos nossa vida. Contudo, volta a ser ninguém", disse Juan.

Próxima Matéria
Erik Ely
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+