icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


Isso foi o que aconteceu com o consumo de entretenimento adulto durante a pandemia

POR Erik Ely    EM Curiosidades      15/04/20 às 21h32
capa do post Isso foi o que aconteceu com o consumo de entretenimento adulto durante a pandemia

Ao redor do mundo, a pandemia de coronavírus está afetando quase todos os aspectos de nossas vidas. Seja ela pessoal ou profissional. No entanto, nem todas as empresas estão passando por uma recessão. E, sim, estamos falando sobre o consumo de entretenimento adulto durante a pandemia.

Por exemplo, o Pornhub, o maior site de pornografia do mundo, registrou grandes aumentos no tráfico. Para se ter uma ideia, os números de acessos aumentaram em 18%. Esses dados são um resultado direto da liberação de conteúdo premium, por 30 dias, para os países mais afetados. Em muitas regiões, esses picos em uso ocorreram imediatamente após as implementações de distanciamento social.

Em meio a tudo, as pessoas buscam um pouco de prazer

Em 2019, uma pesquisa afirmou que, na grande maioria dos casos, a pornografia possui uma única finalidade: a masturbação. Assim, pesquisas mais recentes também afirmam que, em níveis mais altos, de sofrimento psicológico, as pessoas costumam buscar mais a pornografia. Isso vale principalmente para pessoas que se sentem sozinhas ou deprimidas. Além disso, muitas pessoas relatam usar a pornografia para lidar com sentimentos de estresse, ansiedade ou emoções negativas.

Em outras palavras, as pessoas geralmente recorrem à pornografia quando estão se sentindo mal. Dessa forma, a pornografia e a masturbação podem oferecer um alívio momentâneo desses sentimentos. Os pesquisadores também sabem que as pessoas usam mais a pornografia quando estão entediadas. Assim, isso também explicaria porque os números de consumo vêem aumentando nas últimas semanas. Logo, quanto mais entendiada uma pessoa está, mais ela vai consumir entretenimento adulto.

Com isso, muitos ativistas anti-pornografia já expressaram sérias preocupações, sobre as proporções que isso pode tomar. Com esse aumento no uso, muitos grupos estão fornecendo recursos para combater esse aumento no consumo. Na maioria dos casos, esses grupos apontam para dependência e disfunção sexual como efeitos negativos do uso da pornografia. Contudo, como muitos outros aspectos da atual crise, ainda não existem comparativos para sabermos, de fato, o que vai acontecer.

Problemas com o consumo excessivo de pornografia

De modo geral, a maioria dos consumidores não relata nenhum problema em suas vidas, como resultado do uso de pornografia. No entanto, muitos desses relatos podem servir de evidências, já que muitos consideram esse uso como um vício. Logo, essas pessoas não conseguiriam assumir que algo está errado.

Algumas pesquisas apontam para uma relação entre baixos níveis de satisfação sexual e o uso de pornografia. Entretanto, no caso das mulheres, a situação é oposta. Outros estudos relacionam o uso de pornografia e saúde mental. Dessa forma, podemos entender que não haveria uma relação direta com seu uso e a causa de transtornos como depressão, ansiedade, estresse e raiva. Contudo, ainda não temos comprovações nesse campo que possam apontar uma coisa ou outra.

Em suma, podem não haver grandes problemas generalizados. Mas, de toda forma, essa ainda pode se tornou uma preocupação de saúde pública. Assim, podemos afirmar que somente o tempo nos dirá o que esse período fez com o nosso comportamento. Para a maioria dos usuários, essa pode ser uma alternativa que ajuda a lidar com o isolamento social. Em todo caso, precisamos reforçar que, se isso ajuda as pessoas a permanecerem em suas casas em segurança, o certo é usar com cautela. Mas, caso você sinta que não faz bem, outras medidas para ajudar a "passar o tempo" podem ser tomadas.


Próxima Matéria
avatar Erik Ely
Erik Ely
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest