icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


Isso foi o que a radiação de Chernobyl fez com os animais e vegetais da região

POR Diogo Quiareli EM Mundo Animal 02/10/17 às 17h16

capa do post Isso foi o que a radiação de Chernobyl fez com os animais e vegetais da região

O acidente nuclear de Chernobyl foi o maior de todos os tempos até hoje. Devido aos transtornos causados pela explosão em uma parte da Usina Nuclear, uma grande área foi infectada por uma forte radiação e isso danificou o solo do local de forma tão terrível que as pessoas não podem visitar algumas partes até hoje. Durante várias décadas desde o incidente, tem sido uma área abandonada e sem residentes humanos, já que todos tiveram que sair as pressas do lugar. Devido aos altos níveis de radiação registrada, ninguém pode ficar no lugar, mas alguns animais fizeram de lá suas casas, e são conhecidos como os cachorros intocáveis de Chernobyl. Essa foi a conseqüência de tudo que aconteceu no local.

Em 1986, os residentes de Prípiat foram forçados a fugir de suas casas quando a Usina Nuclear da cidade se tornou uma enorme zona de desastre. Esta área da Ucrânia tem sido, desde então, um lugar sem população humana permanente, mas ainda vivem no local alguns insetos, já tem vida vegetal e até cachorros radioativos descentes dos animais de estimação que foram abandonados há mais de 30 anos. Recentemente um documentário esclareceu um pouco a situação desses cães. Intitulado de "Chernobyl Cubs", o filme mostra os animais brincando, balançando suas caudas e correndo como os cãezinhos que temos em casa hoje.

Embora os cachorros abandonados tendem a se reunir em volta dos lugares com maiores atividades turísticas, como a denominada cantina de Chernobyl, o contato entre os humanos e eles é terminantemente proibido porque eles podem transportar partículas radioativas na pele. No entanto, essa radioatividade dos cachorros de Chernobyl é um pouco mais grave do que imaginamos. A empresa American Clean Futures Fund, sem fins lucrativos se dedica a ajudar comunidades após acidentes industriais e também se dedica aos animais. A organização encontrou bolsas de radioisótopos nos ossos dos habitantes de quatro patas. A empresa logo estabeleceu uma clínica de esterilização próxima para evitar a proliferação desses cães do lugar.

Algumas partes da área afetada pelo acidente estão abertas aos visitantes desde 2011, mas as autoridades ainda alertam sobre os riscos para a saúde e quem visita deve seguir algumas regras. Apesar disso, alguns ainda ignoram as medidas de prevenção. Os trabalhadores da fábrica, turistas e outras pessoas só podem entrar no local sob um controle governamental rigoroso. Várias centenas de pessoas, principalmente idosas, retornaram às suas aldeias ao longo dos anos, isso de forma ilegal.

Todos foram alertados sobre o risco de acariciar um cachorro no lugar, mas acaba sendo algo difícil quando vêem eles buscando um tipo de carinho humano. O American Clean Futures Fund está a frente de um plano quinquenal para conseguir esterilizar os cachorros e gatos que vivem na área. Eles criaram um lugar com alimentação e água saudável para ajudar esses bichinhos. O plano como um todo envolve parceria entre veterinários ucranianos e outros voluntários da Ucrânia, Estados Unidos, Reino Unido e Alemanha.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta pra gente aí em baixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.


Próxima Matéria
Via   News     Super Curioso  
Imagens News RFERL
avatar Diogo Quiareli
Diogo Quiareli
Geminiano, 26 anos, goiano. Amante de música pop, fã de Katy e Luan.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest