• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Jovem adota cães idosos rejeitados pela maioria

POR Cristyele Oliveira    EM Compartilhando coisa boa      01/11/19 às 11h58

Quem não adora filhotes fofinhos, não é mesmo? Muitas pessoas inclusive pagam caro para ter um cachorro de raça como animal de estimação. Mas acontece que, assim como nós, esses cães, gatos e qualquer outro animal irão envelhecer um dia. E quando isso acontecer, eles não serão mais tão saudáveis e fofinhos. Mas isso não significa que eles mereçam menos amor, carinho e cuidados. Muito pelo contrário, é nessa fase da vida que eles mais precisam disso. Mas muitos cães acabam na rua quando ficam velhos ou com problemas de saúde.

Mas, felizmente, no mundo, ainda existem pessoas boas e que entendem que ajudar todos os animais, independentemente de sua condição é um ato de amor. Esses animais, que vivem na rua sofrendo, não são culpados por não terem um dono responsável para cuidar deles ou por estarem vivendo naquelas condições. Porque afinal, esses são bichinhos que não conseguem cuidar de si mesmo. Por isso, eles precisam da gente, e enquanto existir pessoas como Carolina Salt, ainda haverá esperança para esses animais de rua, que foram abandonados.

Animais de rua

Carolina Salt é uma jovem argentina e estudante de veterinária que mora em Tucumán. E ela faz um trabalho excepcional com esses seres indefesos. Ela é uma das idealizadoras da Fundação "De patitas en la calle", uma organização que cuida de animais de rua idosos ou com alguma deficiência. Cães e gatos, que não conseguem andar devido à perda de algum membro, ou que sofrem com alguma condição que os deixou inválidos ou coisas do tipo. Para esses animais, Carolina é uma espécie de super heroína.

A futura veterinária teve a ideia da fundação ainda na infância. Certa vez, ela encontrou uma gatinha na rua e não podia ajudá-la na época. Daquele dia em diante, a garota prometeu a si mesmo que nunca mais deixaria qualquer animal nessas condições desamparados. E hoje, mais de 20 anos depois disso, ela dedica a sua vida a salvá-los.

"Tenho dois cães inválidos e um gatinho. Eu tenho outros que eu salvei com muito medo, eles sofreram muitos abusos. Eles estão fazendo um trabalho de aceitação da raça humana diante do pânico", disse ela sobre os seus animais.

A jovem ainda conta que Hada, uma das suas cadelas, usa uma espécie de cadeira de rodas presa as patinhas para poder se locomover. E ela sai todos os dias para passear com seus bichinhos de estimação, mesmo nessas condições. Porque mesmo usando cadeira de rodas, esses animais precisam fazer atividade.

A fundação

Carolina criou a "Patitas em la Calle" há noves anos, com a ajuda de outros dois amigos que moram na mesma cidade. Os três compartilham o mesmo sonho de oferecer a esses animais, uma segunda chance de viver.

É um trabalho maravilhoso que eles fazem por esses bichinhos. Nesses nove anos, vários cães e gatos foram acolhidos por eles e receberem os cuidados e carinho que mereciam.

A jovem convida a todas as pessoas a adotarem um animal com deficiência. Além de ajudar o animal, a gente pode estar fazendo um bem danado para o animal e também para a gente. Afinal, ter um bichinho de estimação, em qualquer idade ou condição, é uma grande responsabilidade que vem acompanhada de muita alegria e amor.

Enfim, e você? O que você achou da atitude dessa jovem? Conta para a gente nos comentários e aproveite para compartilhar com os seus amigos. Afinal, o mundo precisa de mais ações como essa.

Próxima Matéria
Via   Upsocl  
Imagens Upsocl
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+