icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


Jovem de 25 anos usa app de encontros e após isso é devorado

POR Arthur Porto    EM Curiosidades      14/01/20 às 22h57
capa do post Jovem de 25 anos usa app de encontros e após isso é devorado

O corpo do cabeleireiro Kevin Bacon, de 25 anos, finalmente, foi encontrado. O jovem estava desaparecido, desde o natal. O crime aconteceu no estado de Michigan, nos Estados Unidos. Kevin foi morto, após um encontro, com um homem que conheceu no aplicativo de relacionamentos, Grindr.

O crime

Após marcar um encontro pelo aplicativo, o cabeleireiro simplesmente não voltou mais. Ao notar o sumiço, a família notificou a polícia que, então, iniciou o processo de investigação. O carro do jovem foi encontrado estacionado próximo à casa do assassino, Mark Latunski.

De acordo com o New York Post, corpo de Bacon estava pendurado pelos tornozelos, por uma corda. Em depoimento à polícia, Latunski confessou ter matado o cabeleireiro, com facadas nas costas e na garganta. Além disso, Latunski confessou também ter cortado e comido os testículos da vítima.

O nome do cabeleireiro era uma homenagem ao ator Kevin Bacon. O ator se manifestou ao saber da notícia em seu Instagram. "Por razões óbvias, estou pensando hoje de manhã nos amigos e na família deste jovem Kevin Bacon. Sua vida foi tirada dele muito cedo", escreveu ao postar uma foto em homenagem ao rapaz que tinha o seu nome.

Caso semelhante

Esse é apenas um dos inúmeros casos de gays, que foram assassinados, após marcar encontros por aplicativos. Em 2018, por exemplo, o corpo de Lucas Chaves Pinho, de 32 anos, foi encontrado em um terreno baldio, situado na Via Light, zona Oeste do Rio de Janeiro.

Na época, o jovem cearense também sumiu, após sair de casa para encontrar um homem que conheceu em um aplicativo de namoro. Pinho morava na capital carioca há seis anos. De acordo com os familiares, Pinho estava acostumado a marcar encontros, via aplicativos de namoro.

A polícia encontrou o corpo de Pinho atrás de um lixão, na comunidade Rio das Pedras. Eventualmente, a polícia, após realizar uma perícia no apartamento da vítima, encontrou possíveis pistas do crime. Um suspeito foi identificado, porém ainda segue sendo procurado pela polícia. A motivação e a forma como Lucas foi morto ainda são investigadas.

Uberlândia

Em 2016, a pequena cidade do interior de Minas Gerais, viveu momentos de tensão. Em apenas 15 dias, três gays foram assassinados. O corpo do jovem Helton Ivo foi encontrado, debaixo da ponte do Rio Tejuco, próximo a MGC-455, saída para zona rural de Uberlândia.

Além do corpo de Ivo, a polícia também encontrou no mesmo local o corpo do jovem Guilherme Pagotto. As autoridades, posteriormente, encontraram o corpo do cabeleireiro Maximiliano de Oliveira, de 47 anos, dentro do salão de um beleza. Oliveiro estava com um fio elétrico enrolado no pescoço.

A polícia, nesse ínterim, cogitou suicídio. A família, em contrapartida, na época, descartou a ideia. A irmã do cabeleireiro acredita que Oliveira foi morto após marcar encontro, por um aplicativo de relacionamento.

Em nenhum dos casos, houve indício de roubo ou assalto. Além disso, a polícia informou também que não havia nenhum indício que interligasse os três casos. As investigações seguem em aberto. Até o momento, não há novidades sobre nenhum dos casos.


Próxima Matéria
Via   em tempo     viajay     UOL  
avatar Arthur Porto
Arthur Porto
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest