• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Jovem é flagrado usando farda da PM para andar de graça em ônibus

POR Bruno Dias    EM Curiosidades      18/02/20 às 18h25

A polícia é uma camada da sociedade que está mais do que integrada ao nosso dia a dia. Assim, há quem se sinta de fato seguro e protegido por conta deles. E existe também uma outra parcela da população que sente uma certa aversão a essa profissão.

Quando falamos de polícia imaginamos alguém fardado algemando alguém ou alguma coisa do tipo. Na verdade, a função principal e geral de uma polícia, seja ela qual for, é proteger, vigiar e policiar. O termo "polícia" é também utilizado para designar as corporações e as pessoas que têm como principal função o exercício daquela atividade.

Dentre as polícias, existe a Polícia Militar, também conhecida como PM. Ela  tem o dever de patrulhar as ruas das cidades, para inibir e evitar a ação de criminosos. E quando não puder evitar, tentar prender o bandido após ele ter cometido o crime. Também é essa polícia que fiscaliza o trânsito, podendo aplicar multas.

Querer se tornar um policial pode ser o sonho de vários jovens. E muitos deles, realmente, querem fazer das suas cidades um lugar mais seguro para os seus moradores.

Mas infelizmente, existem pessoas que veem a força policial como uma forma de ganhar algum tipo de vantagem, por menor que ela seja. Como foi o caso do jovem de 19 anos que foi levado até uma delegacia depois de ser flagrado usando uma farda da Polícia Militar na região da zona leste de São Paulo.

Farda

O jovem usava a farda para andar de graça no transporte coletivo. Os policiais, que fizeram o flagrante, no jovem estavam passando pelo local com a viatura e viram o jovem. E o fato de ele não estar armado chamou a atenção dos policias. "Foi observado pela equipe que o mesmo não portava cinturão com armamento e colete balístico", explicou um trecho de nota da PM.

Os policiais suspeitaram e ofereceram uma carona para o jovem. Quando o jovem estava na viatura, os PMSs de verdade começaram a fazer várias perguntas para ele. Por exemplo, em que ano ele tinha se formado policial e há quanto tempo fazia parte da corporação.

De acordo com o boletim de ocorrência, o jovem não conseguiu responder as perguntas que lhe foram feitas e disse que, na verdade, não era um policial. Então, revelou que apenas usava a farda para andar de graça no transporte público.

Depois que ele confessou, os policiais o levaram para a delegacia. Na delegacia, ele disse que comprou a farda em uma loja que é conhecida por vender roupas policiais, na região do centro da capital paulista.

O jovem assinou um termo de falsa identidade e disse ao final do seu depoimento que usa a farda também por admirar a profissão. Nesses casos, a pena pode variar de três meses a um ano de prisão. Ou então, uma multa e o acusado responde em liberdade.

Investigação

O porta-voz da PM, o tenente-coronel Emerson Massera, disse que a corporação está investigando se o jovem realmente comprou a roupa na loja em que ele disse. Visto que, no site da loja, diz que as peças são controladas e "é necessário a apresentação de documentação militar e dados da unidade em que o policial trabalha".

"Ele pode ter encontrado a farda em algum outro lugar. Pelas imagens, parece que o fardamento é mais antigo", ressaltou Massera.

Mas o tenente-coronel explica que a preocupação maior era com a segurança do jovem. Já que ele poderia encontrar uma ocorrência policial alguma hora. E por estar fardado, mas sem nenhum item de segurança correria risco.

A PM vai investigar de onde veio a farda do jovem e se houve pessoas que o ajudaram a consegui-la.

Próxima Matéria
Via   O tempo  
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+