• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


The Last of Us - Cosplayer faz ensaio fotográfico em Chernobyl e prova que não sabe brincar

POR Gabi Noronha    EM Fatos Nerd      18/07/17 às 13h42

O que The Last of Us e Chernobyl têm em comum? Bem, podemos dizer que a história de ambos os cenários é trágica. De um lado temos o game que, embora tenha apenas quatro anos de existência, se tornou um clássico no meio. Na história, uma pandemia em decorrência à mutação de uma espécie de fungo é a causa do apocalipse no planeta. As pessoas que têm sorte morrem, as mais infortunas são transformadas em hospedeiros para o fungo e ficam naquele estado "morto-vivo". Em consequência, a sociedade como conhecemos é extinta e quarentenas são criadas para tentar separar as pessoas infectadas (como passam a ser conhecidas) das normais. O jogo se passa vinte anos após o surto, por isso, existe a vida dentro e fora dos muros comandados pelos poucos militares que restaram. Os jogadores acompanham a jornada de Joel e Ellie que precisam sair da área protegida e chegar a um determinado lugar longe dali.

No longo caminho, testemunhamos como as cidades ficaram ao longo de duas décadas sem grandes interferências humanas. A natureza tomou conta de muitas coisa, casas, prédios, carros, cimento. Há destroços, vazamento, lugares inundados e tudo o que se pode imaginar de um lugar no qual humanos são minoria. Tudo é mais verde e mais selvagem, inclusive as pessoas que vivem fora da área de quarentena. Esse é o cenário físico de The Last of Us.

Por outro lado, para quem não sabe, em 1986 o mundo viu sua maior tragédia nuclear acontecer, com a explosão de um dos reatores da Usina Nuclear de Chernobyl, Ucrânia. O acidente causou a morte de centenas de pessoas na hora, causou um incêndio que durou dez dias, tornou inabitável o lugar pelo altíssimo nível de radiação e provocou consequências na vida de outras várias pessoas. Trinta anos após a catástrofe, ainda existe áreas de Chernobyl que não podem ser adentradas sem o traje completo de radiação, já algumas poucas, são abertas ao público por tempo cronometrado.

Se vinte anos sem interferência humana em The Last of Us mudou completamente a ambientação das cidades, imagina o que trinta não fez em Chernobyl. Isso tudo para chegar em um ponto em comum: um o cosplayer e dublê conhecido como Maul Cosplay. Ele resolve se caracterizar de Joel e, para tornar tudo, digamos, um pouco mais real, realizou seu ensaio fotográfico justamente em Chernobyl. Maul conseguiu atingir seu objetivo com mérito, sua maquiagem, figurino, acessórios e, óbvio, o cenário, nos fazem querer ainda mais um filme do game.

Com belas capturas, o ensaio ficou insanamente fantástico! Maul conseguiu provar que, às vezes, não é tão ruim levar as coisas a sério demais. A seguir, você confere as fotos do ensaio de Maul, clicado pelo fotógrafo eosAndy. Vale lembrar que tudo nas imagens são reais, ou seja, não houve manipulações em Photoshop.

#1 Em Chernobyl

#2 Encontro com a vida selvagem

#3 Pelas ruas

#4 Maquiagem level absurdo

#5 Até a arma!

#6 Destroços

#7 Quem não gostava dessa armação?!

#8 O cavalo era real

#9 A janela parece familiar?!

#10 Raposa também era real

#11 Dentro do Parque

#12 Ainda na cidade

#13 Cenários bem semelhantes

#14 Até a expressão corporal foi recriada

#15

#16 Detalhe para a mochila

#17 Joel

A equipe de produção também liberou um pequeno vídeo no qual podemos ver parte  do gameplay, por assim dizer, de Maul em Chenobyl. Confira!

https://www.facebook.com/maulcosplay/videos/1407356699341108/

Próxima Matéria
Via   TLOU     Kotaku     BBC  
Imagens FB Kotaku
Gabi Noronha
Resumindo, é basicamente isso! Para mais aventuras Instagram: @gabinoronhaf Para comentários aleatórios e breves análises Twitter: @gabinoronhaf
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+