• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Lua, a menina que sobreviveu após ter 40% do corpo queimado

POR Diogo Quiareli    EM Compartilhando coisa boa      28/10/19 às 14h48

Se você acompanha a vida de youtubers, ou passa tempo vendo coisas aleatórias na plataforma, deve conhecer Lua. Esse é o nome usado por Adriana, uma jovem que começou a expor um acontecido em sua vida por meio de vídeos. Como em seu primeiro vídeo, intitulado "Tudo sobre o meu acidente", Lua conta como ele foi queimada. Pensando um pouco na sua história, resolvemos trazer para você, caro leitor, afinal, sabemos o quanto se identificam com essas matérias. Confira conosco a seguir e se emocione com o caso de Lua.

Adriana, como é seu nome verdadeiro, decidiu criar uma série de vídeos contando sobre o acontecimento em sua vida. Como podemos ver nos vídeos, a garota é bastante queimada. Um acidente fez com que 40% do seu corpo ficasse nas situações que vemos nos vídeos. O acidente de Lua aconteceu em 2018, cerca de 1 anos atrás. Os danos não foram assim tão simples como muitos pensam quando veem ela "bem". Lua sofreu todas as queimaduras em terceiro grau.

O acidente

No dia 16 de fevereiro, após o carnaval, Lua estava em casa com um ex namorado. Segundo ela, os dois já haviam terminado há um tempo. Passaram o dia jogando, como bons amigos, até perceberem que já estava bem tarde. Assim sendo, ele pediu para dormir na casa da jovem, pois morava longe.

Declaradamente vegana, Lua não podia oferecer comida a ele, pois não era do seu agrado. Então, seu ex, cujo nome não foi dito, decidiu sair para comprar o que comer. Bruno, como ela prefere chamá-lo para não revelar seu nome, decidiu que compraria nuggets e óleo. Após o preparo, Lua e o cara decidiram jantar, cada um com sua comida, e ver uma série juntos. Nesse momento, a garota acabou dormindo e ele decidiu que prepararia mais nuggets. O pesadelo começava ali. O homem colocou uma boa quantidade de óleo em uma panela pequena e esqueceu o recipiente esquentando no fogão.

Pouco depois, Lua acordou com os gritos do ex e quando correu para ver o que estava acontecendo, se deparou com uma enorme chama em cima do fogão. No desespero, o homem decidiu abrir a janela. Em razão disso, o vento acabou entrou na casa. Isso fez com que o fogo se espalhasse e atingisse a tubulação de gás.

O começo do pesadelo de Lua

Desesperada e com medo do fogo entrar em contato com o gás, Lua decidiu intervir entre a panela e a tubulação. Com uma das mãos, agarrou a panela, jogou em cima da pia e ligou a torneira. Nesse momento, tudo explodiu, como ela jamais imaginou que explodiria. Seu corpo começou a pegar fogo e ela se jogou no chão para tentar apagar, se debatendo sem parar.

Lua só conseguia ver o seu corpo, em pele viva, e pensar no que poderia ser feito. O desespero havia tomado conta do seu ex namorado, que a todo o momento se culpava pelo acontecido. Lua então decidiu que precisava ir para o hospital urgente, embora o homem não conseguisse agir, pois estava totalmente me choque. Por sorte, o hospital era bem perto de sua casa. O desespero de Lua acabou quando ela chegou no hospital. A adrenalina parecia ter passado, ou seja, ela estava muito mais consciente das coisas naquele momento. Sua situação já era entendida por ela, principalmente, após ver como seu corpo estava.

Atendimento

Para o azar de Lua, aquele hospital ainda não havia atendido ninguém com queimaduras, ainda mais como as suas. Juntaram alguns profissionais e só sabiam jogar soro nos ferimentos para tentar amenizar a situação. Para a sorte de Lua, havia um profissional capacitado de plantão na CTI naquele dia. Ele fez os primeiros-socorros.

Desesperada e gritando o tempo todo, pois havia dor e desespero, Lua precisou ser medicada para dormir. O drama aumentava cada vez mais. Naquela noite, era o aniversário da mãe de Lua, e com toda certeza, dar a notícia do acidente não era algo fácil. Sua mãe chegou rápido ao saber o que havia acontecido, mas a jovem já estava desacordada por causa dos remédios.

Começava, nesse momento, a corrida pela recuperação. Lua precisou passar um bom tempo no hospital e enfrentar procedimentos complicados.

Recuperação

Podemos sempre olhar para uma tragédia com bons olhos e retirar coisas boas. Lua é a prova disso. Ela possui lembranças ótimas de sua recuperação que jamais esquecerá. Lua precisou passar um bom tempo internada. Na verdade, cerca de dois meses. Desse tempo todo, uma semana foi na CTI, que é uma unidade mais intensa de observação e recuperação geral.

Lua ficou em um quarto comum após sair do CTI. Segundo ela, foi o momento de refletir e crescer. Quando acordou, após cerca de quatro horas sedada, Lua deu de cara com sua irmã que morava em outro estado. Foi nesse momento que ela percebeu que sua situação era mais séria do que pensava até então. Após conversar com sua irmã e fotografar o momento, pois ela diz ser uma colecionadora de fotos de momentos, ela recebeu a notícia que seria transferida para outro hospital. Saindo do quarto, viu seu pai que também mora em outro estado. De fato, a situação era bastante séria. Como falamos, ela ficou na CTI e foi nesse momento, após chegar no novo hospital que ela ficou.

O período de recuperação da garota foi bastante complicado, com muitos altos e baixos. E foi por esse motivo, para mostrar que tudo pode melhorar, que Lua criou o seu canal e compartilha essa experiência com as pessoas. Pequenas coisas mudaram aquela situação, como um simples passeio ou contato com outras pessoas. Hoje, Lua está bem, aprendeu diversas lições e compartilha da melhor forma.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos, pois o seu feedback é extremamente importante.

Próxima Matéria
Diogo Quiareli
Geminiano, 25 anos, goiano.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+