• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Lucro de Coringa deve ser o mesmo que o de Vingadores: Guerra Infinita

POR Letícia Dias    EM Notícias      28/10/19 às 11h23

Há dois anos atrás, o Deadline anunciou que a Warner Bros. finalmente havia seguido em frente com o conceito de um filme de origem sobre o Coringa. Após aproximadamente um ano de insistência por parte do diretor, os executivos da companhia resolveram dar uma chance a Todd Phillips. Considerando que a produção fugiria totalmente de tudo que haviam feito pelo DCEU até agora, era de se esperar um receio por parte da distribuidora. Sendo assim, diante de um negócio arriscado, a Warner resolveu partilhar os custos da produção com outros dois estúdios. Tal decisão só ilustra a falta de fé da empresa no potencial do filme. No entanto, contrariando todas as expectativas, Coringa se consolidou rapidamente como um sucesso de bilheteria. Já no seu final de semana de estreia, o longa arrecadou noventa e seis milhões, cobrindo todos os custos de seu desenvolvimento.

Posteriormente, Coringa passou a quebrar recordes. Primeiro, ele se tornou a melhor bilheteria de um mês de outubro, superando Venom. Em seguida, a melhor bilheteria da Warner em 2019, entrando também para a história da produtora como sua maior estreia. Por fim, recentemente, o longa chamou atenção por ultrapassar Deadpool 2, se tornando a maior arrecadação de um filme com classificação indicativa para maiores. A partir daí a discussão passou a girar em torno da possibilidade de Coringa conseguir ou não alcançar a marca de um bilhão de dólares. Considerando que entre os 43 títulos que já conseguiram essa façanha, não encontramos nenhum com características semelhantes ao longa de Phillips, é difícil dizer. No entanto, independente disso, Coringa já fez muito mais que sua obrigação. Afinal, o despretensioso projeto pode ter o mesmo lucro que Vingadores: Guerra Infinita, uma das maiores produções da História.

A estratosférica margem de lucro de Coringa

De acordo com projeções publicadas pelo Deadline, Coringa já arrecadou quase meio milhão em lucros. Contudo, esse número só tende a crescer, visto que as bilheterias internacionais se mantêm fortes. Ao passo que caminhou para sua quarta semana em cartaz, Coringa passou a contar com certa concorrência nos últimos dias. Depois de passar as primeiras semanas liderando com plenitude, nos últimos dias, o interesse pelo Palhaço do Crime deu lugar ao entusiasmo em torno das sequências de Zumbilândia e Malévola. Entretanto, essa superação está ligada à falta de investimento da Warner no marketing do filme. Afinal, assim como dissemos anteriormente, a produção foi muito desencorajada. A maior parte do público voltou sua atenção para Coringa, após a polêmica envolvendo a violência presente no longa. Sendo assim, a controvérsia foi seu principal propulsor.

Porém, após a receptividade ter chamado atenção da mídia e do setor de contabilidade, a Warner investiu mais dinheiro, mais alguns milhões em publicidade e propaganda. Ademais, o que mais tem chamado atenção é a comparação entre os lucros de Coringa e Guerra Infinita. Enquanto o primeiro custou setenta milhões para ser feito, já arrecadou oitocentas e quarenta e nove milhões de dólares mundialmente. Em contrapartida, o sucesso da Marvel Studios foi elaborado com um orçamento de trezentos milhões de dólares, arrecadando dois bilhões em bilheteria. Portanto, mesmo havendo uma grande diferença entre os números finais, a porcentagem de lucro das produções está cada vez mais próxima.

E então, você acha que mesmo com o baixo orçamento, Coringa fez jus aos filmes de heróis? Acredita que o Palhaço alcançará a meta de um bilhão? Será que chegará aos percentual de Vingadores: Ultimato? Compartilhe sua opinião com a gente.

Próxima Matéria
Via   CB  
Letícia Dias
Trabalhando pra falar de super-heróis, filmes e séries em tempo integral | @letdiax
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+