• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Microsoft testa no Japão jornada de trabalho de 4 dias na semana e produtividade aumenta 40%

POR Jesus Galvão    EM Curiosidades      06/11/19 às 11h27

Como forma  de experimentar novas formas de trabalho, a Microsoft Japão, uma subsidiária da empresa de Bill Gates, lançou um experimento. O que foi chamado de Work-life Choice Challenge Summer 2019, algo como 'Desafio de Escolha Vida-Trabalho do Verão de 2019', em livre tradução.

Basicamente, a intenção, por trás do projeto, era melhorar o equilíbrio entre a vida pessoal e o trabalho dos funcionários da empresa. Assim, os finais de semana, ao longo do mês de agosto, passaram a ter 3 dias. O país asiático é conhecido por ter algumas das jornadas de trabalho mais longas do mundo.

De acordo com uma pesquisa, muitas empresas japonesas exigiam que seus funcionários cumprissem mais de 80 horas extras por mês. Porém, a partir deste ano, foi instaurada uma lei que limita as horas extras a 45 horas por mês. Ou seja, até 360 horas por ano.

Surpreendentemente, a iniciativa da Microsoft além de aumentar em um dia o descanso semanal de seus colaboradores, não alterou ou reduziu a remuneração. Além do mais, reuniões  tiveram seu tempo reduzido. Passando a durar no máximo 30 minutos. Posteriormente, os colaboradores ainda foram incentivados a se comunicar online ao invés de presencialmente.

Com isso, segundo a empresa, o faturamento por funcionário aumento em 40%. Isso em comparação ao mesmo mês, no ano passado. De acordo com um relatório, publicado pela Microsoft Japão em 31 de outubro, entre aqueles que responderam a uma pesquisa em relação ao programa, 92% se disseram satisfeitos com a jornada de trabalho reduzida.

Cerca de 2.300 da empresa participaram do projeto. Com a pesquisa e os números, que indicam o aumento do faturamento, foi constatada então a relação entre a redução de horas na semana de trabalho, com um aumento expressivo na produtividade.

Funcionários felizes, empresas felizes

"Trabalhe pouco tempo, descanse bem e aprenda muito. É necessário ter um ambiente, que permita que você sinta seu objetivo na vida, e tenha um impacto maior no trabalho. Quero que os funcionários pensem e experimentem como podem alcançar os mesmos resultados com 20% menos tempo de trabalho", disse Takuya Hirano, presidente e diretor executivo da Microsoft Japão.

O país asiático tem lutado para reduzir o número de horas trabalhadas por dia. O Japão lidera o ranking neste quesito no mundo. Tudo isso devido à escassez de mão-de-obra em uma nação que enfrenta o rápido envelhecimento de sua população. Entretanto, os esforços do primeiro-ministro, Shinzo Abe, para fomentar a flexibilidade das empresas e a redução das horas extras, gerou opiniões controversas.

A iniciativa da Microsoft Japão, além do ganho na produtividade e na satisfação de seus colaboradores, ainda proporcionou outros benefícios. Um dia a menos, na jornada de trabalho, resultou na queda de 23% no consumo de energia. Bem como 59% a menos no número de páginas impressas. Isso também em comparação com o mês de agosto de 2018.

A empresa agora planeja realizar outro experimento, em sua filial no Japão, ainda este ano. Além do mais, eles planejam pedir aos funcionários que apresentem novas medidas, que proporcionem melhorias entre a vida profissional e pessoal dos colaboradores. A Microsoft também solicitará que outras empresas participem da iniciativa.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião. Posteriormente, não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+