icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


Milhares de pessoas na Suécia estão implantando chip em seus corpos. Entenda

POR Jesus Galvão    EM Ciência e Tecnologia      04/07/18 às 16h02
capa do post Milhares de pessoas na Suécia estão implantando chip em seus corpos. Entenda

Os suecos estão implantando um microchip dentro da pele para ajudar a simplificar algumas coisas. Dessa forma, não será mais necessário carregar cartões e documentos como a identidade e até mesmo passagens de trem. Cerca de 3 mil pessoas já são adeptas da nova tecnologia e inseriram o chip que é menor do que um grão de arroz.

A tecnologia foi empregada no país pela primeira vez em 2015. O dispositivo se comunica com outros dispositivos por intermédio do NFC (Near Field Communication), tecnologia utilizada para pagamento online em smartphones e outros tipos de cartões.

Os chips

Os pequenos chips construídos de silício são tão pequenos quanto um grão de arroz. Eles funcionam através de NFC, e permitem a troca informações sem a necessidade de fios a uma pequena distância. Alguns chips utilizam tecnologia RFID, que utiliza frequências de rádio para troca de informações.

Os dispositivos são implantados, geralmente, nas mãos, entre a base do dedo polegar e do indicador e o processo leva apenas alguns segundos. Algo parecido com o que acontece quando se fura as orelhas. Assim, funcionários de empresas garantem o acesso a seus locais de trabalho sem necessitar de chaves de acesso ou cartões.

"Foi divertido tentar algo novo e ver o que poderia ser usado para tornar a vida mais fácil no futuro", disse Ulrika Celsing, 28, funcionária da agência de mídia Mindshare e usuária da tecnologia há um ano. Ainda segundo Celsing, as facilidades após o implante foram tantas que até mesmo a carteira da academia que ela frequenta foi substituída pelo chip subcutâneo.

Mas nem todas as pessoas receberam os chips tão bem assim. O microbiologista Bem Libberton tem feito críticas ao "novo sistema" um vez que ele acredita que os implantes possam causar infecções ou reações ao nosso sistema imunológico. Além de também existirem problemas relacionados a roubos de dados, especialmente informações médicas e bancárias.

Outra preocupação seria a questão da obsolescência dos chips. Uma vez que os constantes e rápidos avanços tecnológicos já nos provaram que algo pode se tornar obsoleto em um curto espaço de tempo, fazendo com que a substituição desses dispositivos instalados dentro do corpo se torne uma tarefa um pouco complicada.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.


Próxima Matéria
Via   Canal Tech     UOL     Business Insider  
avatar Jesus Galvão
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest