• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Milhares de tarântulas estão emergindo à procura de parceiros nos EUA

POR Renata G Pereira    EM Curiosidades      10/10/19 às 18h56

Nos Estados Unidos, todos os anos, há uma invasão de tarântulas, em busca de parceiros para acasalar. Quando o verão acaba, as tarântulas masculinas saem do buracos e frestas, onde moram. Posteriormente, eles andam por uma longa distância. Por quê? Por um motivo justo. Para encontrar as tarântulas femininas.

O período de acasalamento da tarântula é entre final de agosto e início de outubro, pois é o período mais quente. No entanto, neste ano, o clima seco e quente da Califórnia se estendeu mais do que o normal. E o resultado foi que a época de acasalamento também se estendeu. Consequentemente, o número de tarântulas multiplicou-se também. Os moradores estão reclamando, pois quando vão caminhar em parques, as pistas de caminhadas estão repletasde tarântulas pelo caminho. Como foi o caso do Parque Estadual Mount Diablo, em São Francisco.

As tarântulas

As tarântulas são aranhas mansas, que preferem fugir do que atacar. Em suma, elas têm apenas 2 cm de comprimento, e mais 3 cm de pernas, ela apresenta uma coloração acinzentada, com setas pretas no abdômen.

É conhecida como aranha de jardim, e é encontrada na América do Sul e Central, África e parte sul da América do Norte. Gostam de viver em tocas subterrâneas. Sua picada não é muito profunda, o que resulta em uma dor tolerável. Mas, o veneno, mesmo que atinja a pele apenas superficialmente, resulta em uma cicatriz.

As tarântulas são caçadoras noturnas, elas comem insetos, besouros e gafanhotos. E são alvos das doninhas, gaviões, corujas, gambás e serpentes. Sendo que seu pior inimigo é a Aranha Vespa.

Das 700 espécies, que existem de tarântula, 50 estão na América do Norte. A espécie do gênero Aphonopelma pode andar até 1,6 km de distância, atrás de seu par perfeito. Entretanto, há casos em que os machos preferem ficar nas proximidades de suas tocas.

Quando o macho encontra a toca de sua parceira em potencial, ele bate à sua porta. Isso mesmo. Como as tocas são tapadas por uma espécie de seda, o macho toca na seda, para chamar a atenção da fêmea. E se for preciso, ele lutará com qualquer outro macho, para ganhar o direito de cortejá-la.

Se o macho for o escolhido, a tarântula fêmea sairá da toca. Posteriormente, os dois acasalarão e os ovos serão colocados na teia. E para completar o ritual de acasalamento, se a fêmea estiver com fome, ela devora o macho.

O interessante é que, mesmo sobrevivendo ao encontro sexual, geralmente, o macho aparece morto no início de novembro.

Invasão a São Francisco

Os moradores de São Francisco estão, praticamente, sendo invadidos por milhares de tarântulas, nesse finalzinho de verão americano. Mas, como as tarântulas têm hábito noturno, talvez, nem todos consigam vê-las.

Outro fator, que pode dificultar a localizá-las é que a Pacific Gás & Electric, empresa responsável pelo fornecimento de água e gás, cortou a energia de 800.000 clientes, em todo o estado da Califórnia. Essa medida foi tomada com o objetivo de evitar incêndios, causados pelo tempo seco. Portanto, pode ser um pouco difícil ver as tarântulas de perto. Já que elas têm o hábito de fugir de aparentes ameaças.

No entanto, a Califórnia não é o único estado com uma grande migração anual de tarântulas. Em agosto, dezenas de milhares de tarântulas marrons de Oklahoma caminharam pela área, em torno de La Junta, no Colorado, em busca de parceiras. Claro, que não na mesma magnitude que as milhares de tarântulas, que estão emergindo em São Francisco, mas ainda assim foram vistas.

Próxima Matéria
Renata G Pereira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+