• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Mistérios de caixas encontradas em praias brasileiras foi desvendado

POR Jesus Galvão    EM Curiosidades      10/10/19 às 18h05

Em outubro de 2018, começaram a surgir algumas caixas misteriosas em praias do Ceará, e de outros estados do Nordeste. A primeira delas apareceu em Alagoas. As caixas abrigavam grandes fardos de borracha. Em uma delas, um placa metálica possuía algumas inscrições em alemão. A tal placa foi o ponto de partida para investigação da origem desses objetos.

Recentemente, pesquisadores do Instituto de Ciências do Mar (Labomar), da Universidade Federal do Ceará (UFC), descobriram que essas caixas são provenientes do naufrágio, de um navio alemão no litoral nordestino, em 1944. A descoberta se deu enquanto os pesquisadores investigavam manchas de óleo, que surgiram há pouco tempo, em alguns locais costeiros do Nordeste.

No estado do Ceará, os objetos foram avistados nas praias de Aracati, Camocim, Caucaia, São Gonçalo do Amarante, Trairi, Pecém e no Cais do Porto, em Fortaleza. Por todo litoral, foram encontradas cerca de 200 caixas, segundo o que informou o professor, Luís Ernesto Bezerra.

De acordo com oceanógrafo do Labomar, Carlos Teixeira, o navio "SS Rio Grande" utilizava um nome brasileiro, como um disfarce aos seus inimigos de guerra. Um ataque das forças aéreas dos Estados Unidos é o responsável pelo naufrágio do navio.

"A gente sabia das caixas, mas nunca tínhamos conseguido desvendar de onde elas vinham. Aí veio a problemática do óleo. Por coincidência, ou não, a ocorrência desse óleo está acontecendo, na mesma época do ano em que as caixas começaram a aparecer no ano passado", disse Carlos Teixeira.

Entretanto, os pesquisadores descartaram qualquer relação entre as manchas de óleo que surgiram no litoral nordestino e as caixas misteriosas. Muito provavelmente, porque o óleo encontrado é recente, e para ter algum tipo de relação "o óleo teria que ser muito velho".

Caixas misteriosas

Apesar do navio ter naufragado em 1944, a embarcação só foi descoberta 50 anos depois, em 1996. O naufrágio está localizado a cerca de mil quilômetros do litoral. Uma simulação foi realizada pelos pesquisadores, para confirmar se as caixas, devido à distância, poderiam chegar na costa nordestina. O resultado foi divulgado na última quarta-feira (09). "Temos 99% de certeza dessa origem", disse Carlos Teixeira.

Bezerra explicou como os fardos de borracha começaram a surgir, depois de tanto tempo no fundo do mar. "Navios naufragados começam a sofrer corrosão, então, décadas depois, começam a vazar as suas cargas. E por ter acontecido no Oceano Atlântico perto do Nordeste, elas (as caixas) chegaram até aqui", disse o professor.

As investigações, por parte da equipe de Bezerra, tiveram início depois que uma delas foi encontrada no município de Itarema, a cerca de 210 km da capital Fortaleza. "[Ela] tinha uma inscrição pertencente à Indonésia Francesa, que ficou independente em 1953, ou seja, é muito antiga. Então começamos a pesquisas e encontramos confirmações desse naufrágio", contou ele.

Luís Ernesto Bezerra também teve participação no trabalho realizado por Carlos Teixeira e Rivelino Cavalcante, ambos do Curso de Ciências Ambientais da Universidade Federal do Ceará.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Vocês já haviam ouvido falar sobre essas caixas misteriosas? Deixem nos comentários a sua opinião. Posteriormente, não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+