• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Moradores contam como é viver no país mais feliz do mundo, a Finlândia

POR Diogo Quiareli    EM Mundo Afora      09/04/19 às 15h45
foto de destaque

Há diversos países onde gostaríamos de viver, não é mesmo? Alguns chamam a nossa atenção por causa das paisagens naturais. Optamos por outros países quando vemos a sua segurança, o nível de educação e, é claro, a oportunidade de crescimento no mercado de trabalho. Segundo o World Happiness Report, em 2018, a Finlândia ficou em primeiro lugar no ranking dos países mais felizes do mundo. Isso faz do lugar o melhor para se viver em todo o nosso globo. Variando de ano em ano a posição, o país mantém-se estável sempre, ocupando sempre uma boa posição dentro do top 10. O melhor de tudo é que não precisamos nascer na Finlândia para sermos felizes.

De acordo com um registro, as pessoas que mudam para o país também conseguem notar um aumento na satisfação com a vida. E foi pensando um pouco sobre isso que resolvemos trazer essa matéria. A redação da Fatos Desconhecidos buscou e trouxe um pouco mais de informações sobre a Finlândia, o país mais feliz de todo o mundo. Se conhece o lugar e gostaria de pontuar algo que não colocamos aqui, manda pra gente nos comentários aí embaixo. Aproveite para compartilhar com seus amigos e, sem mais delongas, confira conosco e surpreenda-se.

Comportamento dos finlandeses

Ao viajar para o país, as pessoas afirmam que a primeira impressão é a de que são muito quietos. Eles parecem ser lentos, distraídos, na deles e bastante introvertidos na verdade. No entanto, não é bem assim. Eles são quietos, mas com moderação. Esse comportamento "educado" deles pode confundir estrangeiros. Eles fazem as coisas com mais calma do que o normal, pois não veem motivos para tanta pressa. As cidades costumam ter o trânsito tranquilo, sem engarrafamentos e todos os transportes chegam na hora certa.

Os finlandeses não são fechados, eles apenas respeitam o espaço de cada um. Na verdade, eles são completamente abertos para todos e muito educados, como pontuamos acima. Respeito pelo próximo é a norma da sociedade finlandesa. Eles não fazem barulho depois das 22 horas, não jogam lixo nas ruas, servem bem os clientes nos estabelecimentos e ajudam outras pessoas na rua sempre que veem algo errado. É difícil encontrar um desses vizinhos idiotas no país.

Idioma

A Finlândia tem duas línguas oficiais: finlandês e sueco. Ambos os idiomas são bastante complexos. No entanto, você pode aprender se esforçando muito. Há quem leva apenas 11 meses para aprender. Na Finlândia, são organizados cursos especiais em finlandês e sueco para os visitantes ou novos habitantes. Esses são totalmente gratuitos. A língua finlandesa lembra um pouco a alemã em sua estrutura. Diferente do que muitos pensam, não tem nada a ver com o inglês o com o russo.

Salário, impostos e preços

O salário no país é de 1.400 euros em média. Um bom salário por lá é de 2.200 euros. Esse valor é sem impostos, pois esses consomem cerca de 1/4 do total. As coisas por lá são bem baratas em relação ao que se ganha. Quase todas as pessoas do país conseguem sua casa própria e seu carro, pois os impostos sobre isso não são tão altos. Os valores no país são tão acessíveis que com 20 dólares é possível comprar uma passagem de avião de Helsinque para Estocolmo, por exemplo.

Aluguel e compra de casa

Viver de aluguel no país pode não ser algo tão simples assim. Um apartamento de 2 quartos e uma casa construída no ano de 2000 custará em média 800 euros a 1.000 euros. Já um apartamento de 3 quartos custará em média 1.250 euros. O espaço de estacionamento e algumas utilidades já estão inclusas com este preço. No entanto, a internet e a eletricidade são cobradas separadamente. O custo depende da área, ano de construção da casa, presença de uma sauna privada e o número de metros quadrados.

Ensino primário

A escola na Finlândia não é escolhida: a comissão distrital distribuiu os alunos, e após isso, os pais recebem uma notificação por correio. Normalmente, a criança é matriculada na escola mais próxima de sua residência. Se a escola estiver longe, o aluno tem direito a um taxi gratuito. As crianças não levam trabalhos para casa, pois isso poderia 'pilhá-las' mais do que o normal. Sendo assim, o volume de tarefas é menor do que dos outros países. Para os finlandeses, os hobbies da criança são importantes, a comunicação entre elas e a família, a oportunidade de estar ao ar livre, brincar com os amigos vem em primeiro lugar. O tempo livre gasto em estudos é uma opção. Os alunos geralmente sentam no chão, em almofadas.

Ensino superior

Todas as disciplinas das universidades são opcionais. Sistemas eletrônicos especiais permitem que os alunos sigam o curso online. Além disso, podem baixar os materiais, apresentações, ensaios e projetos necessários. Não há impressões e professores esperando na porta da sala, tudo é feito online. A carga de trabalho dos alunos é baixa: em dois meses, eles geralmente estudam e passam nos exames. Você pode fazer diversas outras coisas no tempo livre. A maioria dos alunos optam por participar de palestras no tempo livre. Durante um curso inteiro, o aluno geralmente estuda 5 livros no máximo, o que auxilia na absorção de informações.

Medicina

Os medicamentos no país só podem ser comprados por receita médica. Sem receita, apenas vitaminas, antipiréticos e analgésico. Antibióticos são vendidos apenas com receitas. Eles costumam tratar algumas doenças de forma diferente ou com coisas caseiras. Não existe divisão entre pediatra e médico para adultos. O estado compensa o custo de um táxi caso você precise ir ao hospital. Normalmente, as instituições médicas indicam um telefone para você chamar o táxi.

Atitude em relação aos animais

A atitude finlandesa em relação aos animais é de se admirar. Para obter um animal de estimação, você precisa ficar na fila, fazer cadastro em um tipo de berçário e provar que será um bom dono. É impossível ter um cachorro em casa só porque construiu um bom canil para ele. É preciso mais do que isso e esse é o motivo do cadastro no berçário animal.

E aí, o que você achou de tudo sobre esse país? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.


Ei Fatos, não deixe de conferir:

2 SINAIS QUE FALTAM PARA JESUS VOLTAR - E SE FOR VERDADE

Próxima Matéria
Via   ADME  
Imagens medium
avatar Diogo Quiareli
Diogo Quiareli
Geminiano, 26 anos, goiano. Amante de música pop, fã de Katy e Luan.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.

Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+