• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Moradores do Bronx estão irritados com os fãs de Coringa

POR Letícia Dias    EM Notícias      29/10/19 às 21h44

Embora atualmente esteja recebendo aclamações tanto das críticas, quanto do público, Coringa teve uma jornada cheia de obstáculos. Assim como a Marvel, sob o gerenciamento de Ike Perlmutter, a Warner Bros. parecia motivada a boicotar o Palhaço do Crime. Atualmente, parece uma besteira dizermos isso, porém, há três ou quatro anos atrás, Todd Phillips estava trabalhando duro para ter seu projeto aprovado. De acordo com o New York Times, a produtora estava tão receosa com a ideia do cineasta que, além de demorar um ano para dar luz verde para o desenvolvimento do longa, ainda dividiu os setenta milhões de orçamento com outros dois estúdios. No fim das contas, o filme, estrelado por Joaquin Phoenix, ultrapassou tanto expectativas, quanto bilheterias. Afinal, além de se tornar o filme classificado para maiores com maior capital arrecadado, também arrisca ter lucros equivalentes a Vingadores: Guerra Infinita.

Apesar de não contar com praticamente nenhum apoio por parte da Warner, Coringa se mostrou resiliente. Mesmo com um limitadíssimo material promocional, o longa de Phillips deu o que falar. Se amparando quase que exclusivamente na polêmica em torno de uma suposta promoção da violência, a produção alcançou números inimagináveis. Graças a isso, a distribuidora começou a repensar suas ações. Como resultado, vimos milhões de dólares serem investidos em publicidade, após o lançamento do filme. Inclusive, aproveitando a deixa da propaganda, resolvemos falar sobre a influência do palhaço no público.

A influência de Coringa no público?

Apesar de ainda ser muito cedo para afirmar com veemência, acreditamos que Coringa se tornará facilmente um ícone da cultura pop. Basta dar uma olhada, ao redor, para ver projeções do filme na vida real. Apesar de ter sido lançado há menos de um mês, o efeito Arthur Fleck tem se mostrado presente ao redor do mundo. Em protestos no Líbano, por exemplo, manifestantes têm usado a mesma maquiagem do palhaço. No Chile, também não tem sido diferente. Ademais, saindo do eixo político, temos visto pessoas fazendo tatuagens referenciando o personagem, se caracterizando como ele e, até mesmo, frequentando os locais onde as filmagens ocorreram. Este último item gerado certo rebuliço nas redes.

Felizmente, não é preciso ter assistido o filme para saber do que estamos falando, se você deu uma conferida nos pôsteres ou trailers divulgados vai ficar por dentro. No entanto, se não viu nada sobre - o que é praticamente impossível - não tem problema. Em suma, dentre as várias cenas marcantes de Coringa, uma em especial se passa em uma escadaria. Embora ficcionalmente os degraus estejam em Gotham, na vida real eles são localizados no Bronx, em Nova York. Assim que os espectadores do filme relacionaram a referência ao conjunto de escadas, o local se tornou um ponto turístico. Como resultado disso, os fãs passaram a se aglomerar nas escadas que conectam as avenidas Shakespeare e Anderson, no bairro de Highbridge, no Bronx. A finalidade? Imitar a memorável dança do personagem de Phoenix no filme. Logo, não demorou para fotos e vídeos tornarem-se um fenômeno da Internet.

Por que os moradores do Bronx têm reclamado?

Segundo o Gothamist, a nova atração turística tem provocado o desdém entre os residentes do burgo nova iorquino. Aparentemente, muitas pessoas se sentem "desrespeitadas", pelo fluxo constante de pessoas que usam as escadas e ficam irritadas por aparecer nas fotos de outras pessoas. Além disso, também há declarações sobre a dificuldade em usar as escadas para chegar ao trabalho e situações do tipo. Como forma de protesto, os moradores criaram cartazes dizendo que é desrespeitoso usar sua comunidade como uma atração fotográfica, mas os fãs as ignoraram. Apesar dessa problemática, alguns preferem olhar pelo lado positivo. Alguns moradores expressaram esperança de que os turistas que vierem tirar fotos gastem dinheiro na comunidade e contribuam para os negócios locais. No entanto mas isso não parece ser o caso.

Ambos os lados possuem motivos tanto favoráveis quanto desfavoráveis ao seu dispor. O incômodo dos moradores é compreensível e a animação dos fãs também. No momento, parece difícil alcançar um consenso. Porém, acreditamos que esse hype é passageiro. Assim que o filme sair dos holofotes, a situação tenderá a se normalizar. Contudo, com Coringa se tornando um sucesso gradativo de bilheterias, é provável que isso demore um pouco. Tomara que os moradores do Bronx sejam pacientes.

Próxima Matéria
Via   SR  
Letícia Dias
Trabalhando pra falar de super-heróis, filmes e séries em tempo integral | @letdiax
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+