• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Na China, um novo vírus da gripe com "potencial pandêmico" foi encontrado

POR Erik Ely    EM Ciência e Tecnologia      29/06/20 às 22h39

Recentemente, um novo vírus da gripo com "potencial pandêmico" foi encontrado na China. De acordo com um novo estudo, essa linhagem seria nova e teria porcos como hospedeiros. No entanto, de acordo com os autores da pesquisa, esse novo vírus poderia infectar seres humanos. Por isso, os cientistas se mostraram bastante preocupados com a possibilidade do vírus sofrer uma mutação ainda maior. Caso isso acontecesse, ele se espalharia facilmente e estaríamos mais perto de enfrentar um novo surto global.

Segundo os pesquisadores, essa cepa da gripe possui "todas as características" que a possibilitam ser altamente adaptável para infectar humanos. Desse modo, essa nova linhagem do vírus influenza, que causa a gripe, precisa ser monitorada de perto. Isso porque, as pessoas podem ter pouca ou até mesmo, quase nenhuma imunidade a ela.

Uma nova pandemia pode estar se aproximando

Com tudo que estamos vivendo, a última coisa que queremos é uma nova pandemia. Assim, para nos prevenir, precisamos ficar de olho quando um novo vírus ou uma nova cepa de um vírus conhecido são encontrados. Dessa forma, mesmo que nossa principal prioridade seja acabar com a atual pandemia do novo coronavírus, especialistas estão monitorando o comportamento dessa nova cepa do influenza.

Em 2009, o mundo enfrentou a última gripe pandêmica, um surto de gripe suína que se originou no México. Contudo, nessa época, o surto foi menos mortal do que muitos pesquisadores estimavam. Isso se deve, principalmente, ao fato de muitas pessoas mais velhas, terem alguma imunidade ao vírus, provavelmente por causa de sua semelhança com outros vírus da gripe que circulavam antes do H1N1.

Atualmente, o vírus da gripe suína ficou conhecido como A/H1N1pdm09. Porém, diferentemente da situação encontrada há mais de 10 anos, hoje temos uma vacina que é aplicada anualmente e atua na garantia de que as pessoas estejam protegidas. Porém, essa segurança pode estar em risco, uma vez que a gripe identificada se assemelha à da gripe suína de 2009 em muitos aspectos. De toda forma, até o momento, o vírus não apresentou uma grande ameça. Entretanto, o professor Kin-Chow Chang e colegas que o estudam afirmam que precisamos ficar atentos.

As vacinas contra a gripe podem não proteger contra isso

De acordo com os pesquisadores, esse novo vírus está sendo chamado de G4 EA H1N1. Dito isso, seu maior perigo está no fato de que ele pode se multiplicar nas células que revestem as vias aéreas humanas. Dessa forma, essa última informação pode ser confirmada por meio de evidências de infecção recente em pessoas que trabalhavam em matadouros e na indústria suína na China.

Pelo pouco que sabemos, as principais vacinas contra gripe que já estão desenvolvidas não parecem proteger contra o vírus. No entanto, elas também não podem ser inteiramente descartadas, uma vez que podem ser adaptadas, caso seja necessário.

Embora esse não seja um problema imediato, "não devemos ignorá-lo", afirma Kin-Chow Chang, pesquisador da Universidade de Nottingham, no Reino Unido. "No momento estamos distraídos com o coronavírus e com razão. Mas não devemos perder de vista novos vírus potencialmente perigosos", completa.

Próxima Matéria
Via   G1  
Imagens G1 One Zero
Erik Ely
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+