• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


NASA identifica gigante asteroide se aproximando do nosso planeta

POR Bruno Dias    EM Curiosidades      16/03/20 às 18h48

O universo  realmente um lugar cheio de mistérios e que desperta a curiosidade de muitos cientistas e astrônomos espalhados pelo mundo todo. A ideia de que entre luas, asteroides, estrelas e sistemas possa existir vida em outros planetas remonta há muitos anos atrás, e sempre é tema de estudo e pesquisa.

Ele sempre foi um tema de grande interesse. A totalidade do espaço ainda não foi entendida, mas existem coisas que os cientistas já conseguiram descobrir, entender em algum nível, e descrever. Além dos planetas que conhecemos e dos astros, que vemos constantemente nos céus, nosso sistema solar está repleto de outros corpos.

Um exemplo disso são os asteroides. Eles são corpos rochosos e metálicos que têm uma órbita definida, ao redor do sol. Eles fazem parte dos corpos menores do sistema solar e, normalmente, têm algumas centenas de quilômetros. Vários deles já passaram perto do nosso planeta e alguns até já nos atingiram, como o do tempo dos dinossauros.  E todos têm medo do que pode acontecer, se um asteroide atingisse a Terra.

Asteroide

Poucos são os asteroides que têm um status de celebridade, como por exemplo, o que dizimou os dinossauros. Se imaginarmos uma colisão com um asteroide gêmeo, este estaria a uma distância de cerca de 10 quilômetros e faria uma cratera na Terra de 180 quilômetros de largura. O impacto liberou uma grande quantidade de energia, que até mesmo vaporizou o próprio asteroide.

Imaginando um hipotético fim, nem esse asteroide e nem um hipotético gêmeo seria grande o suficiente para matar toda a vida do planeta, instantaneamente.

Mesmo assim, é sempre bom monitorar esses objetos espaciais. A NASA tem uma divisão que é responsável por monitorar os objetos espaciais que se aproximam da Terra. E essa divisão identificou um asteroide de quatro quilômetros de diâmetro, que deve chegar perto do nosso planeta no dia 29 de abril.

Colisão

O asteroide está viajando viajando a 31 mil quilômetros, por hora. Mas a agência disse que não tem motivo para se preocupar.

"No dia 29 de abril, o asteroide 1998 OR2 vai passar a 3,9 milhões de milhas/6,2 milhões de quilômetros da Terra. Uma matéria do Daily Express sugere que existe um 'alerta' sobre esse asteroide, mas a informação é falsa. Uma lista completa de todos os asteroides que passam pela Terra está sempre disponível no site. Sigam em frente!", disse a agência espacial no Twitter.

Além desse asteroide, um outro menor, com aproximadamente 500 metros de diâmetro, tem sido motivo de preocupação. Esse asteroide foi batizado de Bennu. E ele está viajando com uma rota de colisão com o nosso planeta. Mas as chances de colisão com a Terra são de uma em 2,7 mil.

Se essa colisão realmente acontecer, ela deve acontecer entre os anos 2175 e 2196. Mesmo que o Bennu tenha uma fama ruim, ele poderá dar informações aos cientistas.

Em 2018, a sonda OSIRIS-REx da NASA entrou na órbita do asteroide, depois de viajar pelo espaço, durante dois anos. O que os cientistas esperam é que a sonda colete materiais, mapeie a superfície e calcule a massa do corpo espacial até 2023.

Próxima Matéria
Via   Uol  
Imagens Twitter
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+