• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Nasce bebê com o DNA de ''três pais'' na Grécia

POR Diogo Quiareli    EM Ciência e Tecnologia      15/04/19 às 15h43

Você provavelmente já ouviu falar sobre DNA, né? Mesmo que de forma superficial. O DNA é uma molécula que está presente no núcleo das células. Todos os seres vivos possuem essa molécula e é nela que se encontra toda a informação genética do organismo. Formado por uma fita dupla em forma de espiral, o DNA é composto por nucleotídeos. Um ser, no caso humano, por exemplo, possui o DNA de ambos os pais. É por esse motivo que as pessoas realizam testes para identificar o pai. Por ser a junção de duas pessoas, é quase impossível carregar o DNA de três pessoas. Ou melhor, era quase impossível até hoje.

Com o avanço tecnológico e na medicina, uma pessoa já pode nascer carregando DNA de "três pais". Um caso recente aconteceu na Grécia e resolvemos trazê-lo. A redação da Fatos Desconhecidos buscou a história e trouxe para você, caro leitor, o caso de um bebê com o DNA de "três pais" que nasceu na Grécia. Se você souber de alguma informação a respeito que não incluímos na matéria, manda pra gente nos comentários aí embaixo. Aproveite para compartilhar com seus amigos desde já e, sem mais delongas, confira conosco e surpreenda-se.

Bebê com DNA de "três pais"

Essa criança nasceu na Grécia, após um controverso tratamento de fertilidade. Segundo os médicos, a mãe e o bebê, que nasceu pesando 2,9 quilos, estão bem. Os médicos afirmam que os dois estão "fazendo história na medicina" e que esse tratamento poderia ajudar os casais com problemas de fertilidade em todo o mundo. Nesse processo, o bebê é parente da mãe, da doadora de óvulos e do pai. Isso aconteceu porque o óvulo doado dá à criança suas mitocôndria, as estruturas produtoras de energia que possuem seu próprio material genético. Sendo assim, uma pequena fração de DNA do embrião é da doadora.

Esse tratamento foi realizado no Institute of Life na Grécia. De acordo com os médicos envolvidos no caso, esse acontecimento marca um avanço histórico, visto que é a primeira vez que uma técnica de fertilização in vitro envolve o DNA de três pessoas. Esta foi utilizada com o objetivo de abordar problemas de fertilidade. A mãe, de 32 anos, já havia realizado algumas rodadas de fertilização in vitro antes, mas sem sucesso nos procedimentos. O embriologista espanhol Nuno Costa-Borges, que colaborou com a clínica do Institute of Life, na Grécia, disse que conseguiria ajudar diversas mulheres. A ajuda seria para realizar o sonho da maternidade.

Por outro lado, outros disseram que essas afirmações não foram testadas. Tim Child, professor associado da Universidade de Oxford e também diretor médico da Fertility Partnership, falou a respeito em uma entrevista. "Os riscos da técnica não são totalmente conhecidos, embora possam ser considerados aceitáveis se forem usados para tratar doenças mitocondriais, mas não nessa situação", afirmou Child.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento. Aproveite para fazer um tour por nosso site e viaje em um universo de curiosidades.

Próxima Matéria
Diogo Quiareli
Geminiano, 25 anos, goiano.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+