icone menu


Nigeriana de 68 anos dá à luz a gêmeos

POR Bruno Dias    EM Curiosidades      23/04/20 às 17h19
capa do post Nigeriana de 68 anos dá à luz a gêmeos

Um sonho de várias mulheres pode ser a maternidade. Ser parte do milagre da vida, carregar uma criança em seu ventre, amamentá-la, sentir o vínculo mãe e filho, enfim, são várias coisas que várias mulheres desejam e buscam ter em algum momento. Esse sonho pode vir de uma maneira natural ou por adoção. Se uma mulher deseja ser mãe, não há forças nesse mundo que a impeçam de conseguir realizar essa vontade. Cuidar de um pequeno ser vivo é uma recompensa que não tem preço.

Algumas sonham desde a infância, outras começam a despertar esse desejo só depois da vida adulta. Claro, não podemos esquecer que também existem aquelas que não têm a mínima vontade de experienciar a maternidade.

Conforme os anos vão passando, nós vamos evoluindo econômica e culturalmente de várias formas diferentes. E essa mesma evolução é vista em outros aspectos da vida, como por exemplo, na idade média das mulheres se tornarem mães.

O critério sobre a idade ideal para ser mãe mudou com o tempo. Na década de 1960, por exemplo, a faixa etária considerada ideal era entre os 18 e 25 anos. Com o passar das décadas, isso mudou  e várias pessoas afirmam que a idade ideal para a primeira gravidez seja dos 20 aos 30 anos.

O fato é que, quando uma mulher pensa em ser mãe, biologicamente, a idade é uma inimiga constante.  A maioria das pessoas sabe que para uma mulher a gravidez depois dos 30 anos pode ser considerada  de risco, tanto para a mãe quanto para o bebê. Mas isso não quer  dizer que depois dessa idade seja impossível que uma mulher engravide. Vários são os casos de mulheres que engravidaram até depois dos 40.

Conforme a idade da mulher aumenta, com ela aumentam os riscos. Ou então se torna menos provável a realização desse sonho. Essa dificuldade acontece porque quando a mulher vai envelhecendo sua quantidade de óvulos produzidos vai diminuindo, o que pode até impedir que a fecundação ocorra. Mas isso não diminui em nada a vontade que as mulheres mais velhas  sentem de engravidar.

Caso

Com o avanço da medicina, a gravidez tardia está cada vez mais virando uma realidade. A gravidez após a menopausa é complicada e rara, mas não impossível. Um caso que chamou a atenção de todos foi o de uma mulher de 68 anos de Lagos, na Nigéria. Essa mulher se tornou mãe pela primeira vez quando deu à luz a gêmeos. Essa mulher conseguiu gerar seus filhos, um menino e uma menina, com a ajuda da fertilização in vitro.

Os gêmeos nasceram de cesariana, depois de 37 semanas de gestação, no dia 14 de abril. Eles nasceram no Lagos University Teaching Hospital. A notícia foi divulgada pelo médico da mulher somente depois que já tinha se passado mais de uma semana. Isso para que a mãe das crianças tivesse tempo de se recuperar do parto.

De acordo com o médico Adeyemi Okunowo, a gravidez da mulher foi considerada de alto risco por causa da idade dela e por ela estar esperando gêmeos. Mas felizmente, correu tudo bem.


Ei Fatos, não deixe de conferir:

A câmera das meninas desaparecidas revela fotos arrepiantes e sem explicação

Próxima Matéria
Via   G1  
Imagens G1
avatar Bruno Dias
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.

Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+