• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Novas linhas de Nazca foram encontradas no Peru

POR Diogo Quiareli    EM Mundo Afora      20/11/19 às 15h05

Você já ouviu falar das linhas de Nazca do Peru? Também chamadas de Linhas de Nasca, essas formam um conjunto de geóglifos antigos. Essas linhas estão localizadas no deserto de Nazca, no sul do Peru. As linhas foram designadas como Patrimônio Mundial pela UNESCO, em 1994. Esse alto planalto árido se estende por mais de 80 quilômetros, entre as cidades de Nazca e Palpa, nos Pampas de Jumana, cerca de 400 quilômetros ao sul de Lima. Estudiosos acreditam que essas linhas misteriosas tenham sido criadas pela civilização de Nazca, entre 400 e 650 d.C. As centenas de figuras variam em complexidade a partir de simples linhas até beija-flores, aranhas, macacos e peixes muito bem desenhados.

Recentemente, algo chamou a atenção novamente a respeito dessas linhas. Quando elas foram designadas Patrimônio Mundial da UNESCO, apenas 30 desenhos haviam sido encontrados. Conforme o tempo ia passando e a tecnologia sendo desenvolvida, mais foram sendo encontrados. Em 2015, as pesquisas na região revelaram mais 40 geóglifos. Mesmo com um grande descobrimento assim, os estudiosos não pararam de procurar e agora, conseguiram encontrar mais uma boa quantidade. A informação de que cientistas acharam mais 143 novos geóglifos chamou a atenção do mundo. Confira com a gente.

Novas linhas de Nazca

Algumas análises, feitas por cientistas da Universidade Yamagata, no Japão, e da IBM revelaram 143 novos geóglifos de animais, humanoides e objetos, desde 2018. A última descoberta desse grupo foi uma forma humanoide, que mediam apenas 2 metros de largura. "É muito difícil reconhecer o propósito dessa formação e seu papel social". Isso foi dito por Masato Sakai, um dos arqueólogos da equipe.

Conforme relatado por Sakai, ele e seus companheiros estudam as Linhas de Nazca, desde o ano de 2006. Ainda segundo ele, fazer a descoberta delas não é algo fácil e, ainda explicando, os especialistas só conseguiram realizar as novas descobertas graças às imagens de satélites. Além disso, eles devem as descobertas à inteligência artificial.

As famosas linhas, como falamos antes, foram criadas pela população que antes habitava aquela região. Até hoje, a função desses desenhos é algo totalmente misterioso. Os especialistas acreditam que eram utilizadas para fins ritualísticos. Além desse motivo, talvez, servissem para situar os viajantes em relação à localização em que estavam.

Linhas

As linhas possuem tamanhos bem diversos, podendo medir entre 5 e 50 metros de largura. Segundo os especialistas, os desenhos foram criados pela remoção de pedras que tinham na região. Isso acabava resultando na exposição de areia branca que havia debaixo delas e, assim, criava as imagens.

No ano de 2018, um caminhoneiro dirigiu por parte desses geóglifos e criou sulcos na terra, o que dificultou o estudo desses desenhos. "Além disso, a expansão das áreas urbanas em Nazca trouxe danos às linhas. Isso resultou em uma tendência, que chama atenção como a questão social". "Há uma necessidade urgente de obter um entendimento preciso da distribuição de geóglifos, para que seja possível trabalhar para protegê-los".

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

Próxima Matéria
Via   Revista Galileu  
Imagens Bol
Diogo Quiareli
Geminiano, 25 anos, goiano.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+