• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Novo coronavírus pode ser transmitido pelas fezes

POR Cristyele Oliveira    EM Ciência e Tecnologia      27/02/20 às 16h57

A epidemia de coronavírus já se tornou uma emergência de saúde pública global, com novos casos da doença a cada dia. Inclusive, no Brasil foi confirmado recentemente o primeiro caso. Então, mesmo que me as autoridades afirmem que não há motivo para pânico, as pessoas estão realmente preocupadas. E não é para menos, o vírus mortal já matou centenas de pessoas desde o início do surto. Enquanto uma vacina para a doença ainda não fica pronta, a principal preocupação agora e evitar o contagio da doença. Até então, a principal forma de contagio era por vias respiratórias e contato com pessoas infectadas. Mas cientistas descobriram, recentemente, uma nova forma de contágio: através das fezes.

O novo SARS-CoV-2 do coronavírus já infectou mais de 76 mil pessoas em todo o mundo. E tendo em vista o número alto de pacientes infectados, logo os cientistas suspeitaram que poderia haver outras formas de contagio além de gotículas respiratórias e contato com pessoas infectadas. De acordo com um relatório, publicado no dia 15 de fevereiro, pelo Centro Chinês de Controle e Prevenção de Doenças (China CDC), as fezes também podem ser uma forma de transmissão do vírus letal.

A transmissão

Testes anteriores já mostraram que o coronavírus pode estar presente nas fezes. No entanto, ainda não estava claro se o vírus seria ativo o suficiente, para se espalhar para outras pessoas por meio das fezes. Então, um grupo de pesquisadores analisou amostras de fezes de pacientes infectados para descobrir se seria possível a transmissão da doença.

A equipe isolou o coronavírus de um paciente com pneumonia grave e examinaram o vírus em um microscópio eletrônico. A partir disso eles descobriram que sim, o coronavírus era viável para transmissão por meio das fezes.

"Isso significa que amostras de fezes podem contaminar mãos, comida, água etc", escreveu o CDC da China no relatório. Ou seja, pessoas infectadas, que usam o banheiro e depois não lavam as mãos, podem espalhar o vírus para outras pessoas.

"Este vírus tem muitas rotas de transmissão. O que pode explicar parcialmente sua forte transmissão e velocidade de transmissão rápida", diz o relatório da CDC da China.

Recomendações

Sendo assim, para evitar a contaminação por meio das fezes, o CDC recomenda lavar as mãos com frequência. Além de desinfetar superfícies, manter a higiene pessoal. E evitar o consumo de alimentos crus, ferver a água antes de beber e desinfetar o ambiente hospitalar.

Além de é claro de manter as precauções prévias para se manter seguro do contágio por vias respiratórias, que ainda é a principal forma de contagio da doença.

Um outro estudo, publicado também no começo desse mês na Emerging Microbes and Infections, mostrou que o vírus estava presente no sangue e nas amostras anais, retiradas de pacientes infectados com a doença.

Então, é sempre bom manter a higiene para evitar o contágio com essa e outras doenças virais.

E você, como se sente em relação a epidemia? Está tomando as devidas precauções? Conta para a gente nos comentários e compartilhe com os seus amigos, para que eles também fiquem alertas.

Próxima Matéria
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+