icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


Novo estudo de fóssil antigo revela que nossas mãos evoluíram de barbatanas

POR Cristyele Oliveira    EM Ciência e Tecnologia      23/03/20 às 15h37
capa do post Novo estudo de fóssil antigo revela que nossas mãos evoluíram de barbatanas

A evolução das espécies é algo realmente incrível. São tantas descobertas interessantes, que mostram como tudo na natureza, está interligado de alguma forma. Você conseguiria imaginar que as mãos humanas evoluíram de barbatanas? Pois é isso mesmo. Um fóssil antigo de mais de 380 milhões de anos de um peixe do gênero Elpistostege relevou novas pistas sobre como a nossa mão evoluiu das barbatanas dos peixes. O fóssil raro foi encontrado em Miguasha, no leste do Canadá, é foi analisado por uma equipe de pesquisadores. As conclusões foram publicadas no periódico Nature. Basicamente, o estudo mostra o elo evolutivo ausente na transição entre peixes e tetrápodes (animais que possuem quatro membros).

Em suma, esse é o primeiro fóssil a ter o esqueleto completo do braço (barbatana peitoral) entre todos os peixes elpistostegalianos. Ao analisarem o esqueleto de 1,57 metro de comprimento, os pesquisadores perceberam a presença de úmero (osso do braço). Além disso, rádio e unha (ossos do antebraço), fileiras de carpo (ossos de punho) e falanges organizadas em dígitos (como dedos). O estudo é uma parceria entre pesquisadores da Universidade Flinders, da Austrália, e da Universidade de Quebec, no Canadá.

Evolução

"É a primeira vez que encontramos inequivocamente dedos ligados em uma barbatana em qualquer peixe conhecido. Os dígitos articulados na barbatana são como os ossos dos dedos presentes nas mãos da maioria dos animais", explicou John Long, um dos pesquisadores responsáveis pelo estudo.

"Essa descoberta empurra a origem dos dígitos nos vertebrados para a época dos peixes. E nos diz que o padrão para a mão dos vertebrados foi desenvolvido profundamente na evolução. Pouco tempo antes de os peixes saírem da água", completou.

Segundo a teoria mais aceita atualmente, a evolução dos peixes que levou ao surgimento dos tetrápodes. Então, esse seria um dos eventos mais importantes da história da vida, porque teria sido assim que os vertebrados conseguiram sair da água e povoaram a terra firme. E para que essa teoria esteja mesmo correta, uma das principais mudanças seria justamente a evolução das mãos e dos pés.

Conclusão

E como explica o coautor do estudo, Richard Cloutier, a origem dos dígitos, está diretamente relacionada ao desenvolvimento da capacidade dos peixes de suporta o próprio peso em águas rasa. Assim como em passeios rápidos pela terra firme.

Isso é explicado pelo aumento do número de ossos, que também forneceu mais flexibilidade às barbatanas. Algo que era extremamente importante para conseguir suportar o peso do próprio corpo.

"As outras características, reveladas pelo estudo, sobre a estrutura do osso do braço ou úmero, também mostram características que são compartilhadas com os primeiros anfíbios", afirmou Cloutier. "O Elpistostege não é necessariamente nosso ancestral, mas é o mais próximo que podemos chegar de um verdadeiro 'fóssil de transição', um intermediário entre peixes e tetrápodes".

E você, o que acha disso? Já tinha parado para pensar nisso, que as nossas mãos evoluíam das barbatanas dos peixes? Conta para a gente nos comentários e aproveite para compartilhar essa matéria com os seus amigos interessados em biologia.


Próxima Matéria
Via   Galileu  
Imagens Galileu
avatar Cristyele Oliveira
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest