• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


O apocalipse dos insetos pode acontecer a qualquer momento. O que é isso?

POR Cristyele Oliveira    EM Ciência e Tecnologia      27/11/19 às 13h32

Os insetos são tão importantes ao ecossistema quanto qualquer outro ser. Então, caso desapareçam, poderão gerar grandes problemas para todo o meio ambiente. Mas estamos cada vez mais próximos do que os cientistas têm chamado de "apocalipse dos insetos". O fato é que a situação está cada vez mais preocupante. Novos estudos sugerem que os postes e as luzes das cidades podem estar prejudicando, e muito, todos os insetos.

Um recente estudo, publicado na revista Biological Conversation, analisou os efeitos da poluição luminosa, nas populações de insetos em todo o mundo, e mostram que elas podem estar acabando com os insetos do planeta. Outros fatores são a perda de habitat, inseticidas, espécies invasoras e mudanças climáticas. Tudo isso tem contribuído para o colapso global das populações de insetos. Mas o que o novo estudo descobriu é que o zumbido constante da luz artificial, até então negligenciado como um dos principais fatores prejudicais, pode estar diretamente ligado ao rápido declínio das populações desses bichos. Sem contar o grande efeito em todos os aspectos da vida desses animais, desde o desenvolvimento, migração e até a reprodução.

Luzes artificias 

Para começar, os insetos noturnos, que utilizam a luz da Lua ou das estrelas, como ferramentas de navegação, podem ficar desorientados pelas luzes da ruas. Exemplos desses insetos são as mariposas e besouros. Eles ficam distraídos pelo som e pela luminosidade das luzes da rua e se dispersam do caminho.

Além do que, a luz artificial pode iluminar o inseto migratório e facilitar a presa de um predador. Outros milhares de isentos usam a bioluminescência, para se comunicar e se reproduzir, o que é totalmente afetado pelo excesso de luz artificial.

Pesquisas mais antigas, que abordam o tema do colapso dos insetos no planeta, mostram que houve uma taxa de 2,5% de perda anual de insetos, nas últimas três décadas. Ou seja, se as tendências atuais persistirem, é bem provável que até 40% de todas as espécies de insetos do planeta poderão ser extintas, em algumas décadas.

Apocalipse dos insetos 

"Assim como aconteceu com a ciência das mudanças climáticas iniciais, precisamos levar a sério o Apocalipse dos Insetos", disse Dr. James Karl Fischer, do Zoological Lighting Institute. "Os insetos são alfinetes do meio ambiente e são necessários para outros tipos de animais sobreviverem; e uma diversidade de insetos é crucial para manter nosso próprio suprimento de alimentos".

Em comparação às mudanças climáticas e à intensificação da agricultura, que são problemas mais complexos, já que envolvem mudanças sociais e políticas, o problema da luz artificial é mais fácil de se resolver. Por exemplo, formas de iluminação menos perturbadoras à vida selvagem podem ser implementadas. Principalmente em áreas rurais, onde esses bichos são mais abundantes.

Sem contar que mudanças na políticas urbanas pode ajudar a reduzir significativamente a iluminação desnecessária. "A quantidade de controle pessoal que temos aqui nos dá um pouco de esperança. É fácil eliminar, reduzir ou alterar a iluminação artificial ecologicamente devastadora em e em nossas casas, escolas, empresas. E se quisermos, simplesmente desligando as luzes exteriores", explicou o Dr. Fischer. "Mas temos que querer e estar dispostos a explorar alternativas às funções que essas luzes atualmente servem". Enfim, devemos começar a pensar nisso, antes que seja tarde demais.

Próxima Matéria
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+