• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


O dia em que esses 5 homens quiseram ficar embaixo de uma explosão nuclear atômica

POR Cristyele Oliveira    EM Curiosidades      26/08/19 às 13h02

O que você teria coragem de fazer por amor a sua nação? Poderia arriscar a sua própria vida por isso? Muita gente não faria o mesmo. Porém esses cinco militares se dispuseram voluntariamente a participar de um experimento um tanto quanto perigoso. Eles se ofereceram para ficar bem debaixo de uma ogiva atômica que explodiu. A ideia era provar que esse tipo de arma não era tão perigosa, e de fato, os cinco homens sobreviveram. Porém não é o tipo de coisa que você deve se oferecer para fazer.

O experimento que foi registrado em vídeo, aconteceu no dia 19 de julho de 1957. Os cinco jovens da Força Aérea americana se uniram em um pedaço de terra na região de Nevada que depois foi apelidada de "Ground Zero, população 5". Eles ficaram parados em frente ao cinegrafista enquanto dois jatos F-89 voava por cima deles prestes a disparar uma bomba atômica.

O experimento

A cerca de 18.500 pés acima de suas cabeças, um dos jatos disparou um míssil nuclear carregado com uma bomba atômica de 2 quilotoneladas. "Acabou, pessoal! Aconteceu! Os montes estão vibrando! E tremendo! Diretamente acima de nossas cabeças", diz o narrador animado com o feito.

A pergunta que fica é: o por que se arriscar tanto em um experimento como esse? O vídeo faz parte de uma ação encomendada pela Força Aérea dos Estados Unidos. O intuito era provar o quão são seguras as bombas nucleares de baixo grau.

Naquela mesma época, a Rússia também estava trabalhando no desenvolvimento de armas tão poderosas quanto, e o governo americano não queria despertar o medo entre a população. Mesmo que os homens não tenham se ferido, não deixa de ser uma arma nuclear, e armas nucleares não são inofensivas, até porque elas são armas.

Por muito tempo essas imagens foram mantidas arquivadas pelo governo, e só foram descobertas anos depois por um russo que estava vasculhando os arquivos do governo americano.

Riscos

Obviamente esse é o tipo de coisa que muita gente não faria, nem se pagasse para participar. Porém esses cinco homens que se ofereceram para ficar embaixo da explosão não estavam realmente correndo muito risco de se ferir.

"A coisa é que, nessa explosão em particular, esses caras estariam em uma posição bastante segura", explica o historiador da ciência Alex Wellerstein. "A bomba em si era pequena (para padrões nucleares) e estava bem acima de suas cabeças. Eles não estavam em uma zona para serem muito afetados pela radiação imediata. A bomba era pequena o suficiente e alta o suficiente para que não sugasse poeira para produzir muita precipitação".

Os homens que aparecem no vídeo são o coronel Sidney C. Bruce, o tenente-coronel Frank P. Ball, o major John Hughes, o major Norman Bodinger e Don Lutrel. Como pode-se ver pelas imagens, nenhum deles teve nenhum tipo de ferimento.

Mesmo que quase todos eles tenham vivido vidas longas, por volta dos 70 e 80 anos, esse não é o tipo de coisa que se faz por fazer. Ogivas nucleares não são como fogos de artifícios, e mesmo os fogos são perigosos.

E você, teria coragem de fazer algo parecido? Conta para a gente nos comentários e compartilhe com os seus amigos.

Próxima Matéria
Via   Ati  
Imagens Ati
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+