• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


O dia em que Pablo Escobar matou um bebê pelo "bem" da humanidade

POR Isabela Ferreira    EM Terror & Sobrenatural      09/02/18 às 12h26

Pablo Emilio Escobar Gaviria, mais conhecido apenas como Pablo Escobar, foi o maior traficante de toda a Colômbia. Como se não bastasse, ainda ganhou fama mundial após começar a traficar cocaína também para os Estados Unidos e países da América Latina. Apenas para que você tenha ideia, se tornou um dos homens mais ricos do planeta, tudo graças à sua prática ilícita.

Enquanto sua imagem divide opiniões, autoridades pelo mundo afirmam que ele foi o mais impiedoso, cruel e brutal narcotraficante de toda a história. Mas é claro, não trabalhava sozinho. Atuando como o chefe do Cartel de Medellín, contava com a ajuda de uma quadrilha completa, que ia desde vendedores até assassinos que agiam sob os comandos dele. E o principal dos assassinos era Jhon Jairo Velasquez, mais conhecido pelo apelido de "Popeye".

Bebê morre para o "bem" da humanidade, diz capanga de Pablo Escobar

O criminoso foi condenado a 23 anos de prisão, acusado por centenas de assassinatos. No entanto, sob decisão do tribunal, foi colocado em liberdade condicional. Mas o que fez com que Popeye virasse alvo da mídia? Bem, tudo se deu graças a uma confissão que fez em um novo documentário da Netflix chamado: "Countdown to Death: Pablo Escobar". Segundo o homem, um bebê teria sido morto por ele para o "bem" da humanidade.

Na época em que o crime aconteceu, Pablo Escobar havia ordenado o assassinato de 18 de seus ex-sócios. Alegava que estavam tentando tomar seu poder, então deveriam ser exterminados. Entre eles, havia um homem da Quarta Brigada do Exército, que havia sido identificado pelo Cartel como informante. Os criminosos o capturaram e o mantiveram sob constante tortura, até que ele finalmente revelou que, na verdade, sua esposa é quem era a informante.

Foi nesse momento que Popeye e os outros capangas de Escobar decidiram agir. Montaram uma armadilha para a mulher, fazendo com que ela se dirigisse até um posto de gasolina. No entanto, ao chegar no local, eles perceberam que ela trazia consigo o filho, um bebê de colo. O que optaram fazer então? Sim, matar também o bebê.

De acordo com o que diz Popeye no documentário: "Nós a matamos. Como um ato de humanidade, a gente atirou na criança para que não fosse um órfão, era uma coisa forte". Mas o pior ainda está por vir. Supostamente, a mulher estava grávida quando foi morta a tiros. Sem dúvida, os assassinatos foram um efeito colateral das ordens de Pablo Escobar.

Contradição

Por outro lado, muitos pessoas desconfiam da veracidade das histórias contadas por ele. Uma delas é Laura Isabel Escobar Urquijo, sobrinha de Pablo. Segundo ela: "A verdade é que é uma pena que as pessoas desçam tão baixo para obter uma pequena renda. Tudo o que ele diz não tem base nenhuma. Verdade ou não, todos sabem das atrocidades cometidas por Escobar ao longo de toda sua jornada no mundo do tráfico. Não seria novidade que seus capangas atuassem de tal forma, executando vidas de inocentes.

E então pessoal, o que acharam? Compartilhem suas ideias com a gente aí pelos comentários!

Próxima Matéria
Via   RT     TN     RCN  
Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+