• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


O dia em que um raio caiu em uma igreja, matou 25 pessoas mas poupou a vida dos padres

POR Arthur Porto    EM Curiosidades      26/11/19 às 13h25

Dizem que em Galícia, na Espanha, não chove muito. Em contrapartida, dizem também que, quando uma tempestade cai, infortúnios dos mais variados podem ocorrer. Exemplo disso, é o trágico acontecimento que ilustrou o verão de 1902. Na época, um raio atingiu uma igreja, em San Salvador de Allariz, enquanto fiéis rezavam. Devido ao acontecimento, 25 pessoas morreram.

As pessoas estavam ali para prestar as últimas homenagens a um vizinho, que havia morrido recentemente. A tragédia fez com que a igreja fosse abandonada. Hoje, no local, restam apenas algumas pedras e uma cruz.

O acontecimento

Parte da comunidade estava na igreja, prestando condolências aos parentes próximos de um vizinho, que havia acabado de morrer. De repente, uma tempestade caiu sobre a cidade. Para se abrigar, alguns agricultores, que estavam trabalhando no campo, entraram no local.

Enquanto alguns dos presentes rezavam e alguns agricultores tentavam se acomodar, o local foi iluminado por um súbito clarão. As pessoas, assustadas, começaram a gritar. O caos, então, se instaurou quando os presentes perceberam que muitos dos que estavam ali, foram vítimas de um terrível raio.

No total, 25 pessoas morreram e 40 ficaram gravemente feridas. No entanto, o mais curioso é o fato dos seis sacerdotes presentes saírem ilesos. Como nenhuma das figuras religiosas sofreu nenhuma consequência, muitos acreditaram que o raio havia sido uma forma de castigo.

Após investigações, acredita-se que os padres podem ter sido poupados por outro motivo, um menos miraculoso. No momento em que o raio atingiu o local, os padres trajavam batinas de seda. Por conta disso, acredita-se que a vestimenta tenha funcionado como uma espécie de isolante elétrico, evitando, assim, a eletrocussão.

O único vestígio daquele dia fatídico é uma cruz que, por sinal, ninguém quer se aproximar.

Brasil

Não existe, aqui no Brasil, um caso parecido. Não com tamanha magnitude. Entretanto, existe uma realidade que não é muito explorada pela mídia: o número de pessoas que morrem por serem atingidas por um raio.

Por ano, aqui, cerca de 300 pessoas são atingidas por raios e dessas, 100 morrem. De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, a maioria das mortes é inevitável.

O Brasil, hoje, está em primeiro lugar na incidência de raios. Isso devido ao fato de ser o maior país em região tropical do planeta. Consequentemente, além do alto índice de mortes, os prejuízos também são grandes. Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, as perdas anuais chegam a um bilhão de reais. Para se ter uma ideia, nos últimos seis anos, o Brasil teve, em média, 77,8 milhões de raios por ano. O número é bem superior aos 55 milhões calculados, em 2002.

O último levantamento sobre raios feito pelo Inpe foi realizado com o auxílio de sensores de superfície, o que permite identificar as ocorrências com maior precisão. Ainda de acordo com o órgão, os fenômenos El Niño e La Niña são os responsáveis por modular a ocorrência de raios no Brasil, numa intensidade muito acima do esperado.

Além disso, o norte é a região que possui mais incidência. Nesse ínterim, o Tocantins, dentre todos os estados, fica em primeiro lugar, com mais de 17 raios por quilômetro quadrado.

Próxima Matéria
Arthur Porto
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+