• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


O diário desconhecido que Heath Ledger escreveu pouco antes de morrer

POR Rafael Miranda    EM Curiosidades      30/09/15 às 17h28

Um documentário alemão chamado "Too Young To Die" sobre a vida de Heath Ledger deu um vislumbre de como ele criou seu Coringa arrepiante para "O Cavaleiro das Trevas". Uma cena do documentário mostra o pai de Ledger, Kim Ledger, folheando um diário mantido por seu filho durante a preparação para o papel.

"Ele se trancou em um hotel e no seu apartamento por aproximadamente um mês para incorporar o caráter do personagem em sua mente", disse Kim Ledger. "Isso era típico de Heath em qualquer filme. Ele mergulhava profundamente no personagem. Acho que este foi apenas um nível totalmente novo."

O diário é repleto de imagens de cardgames, cenas de quadrinhos do Batman, fotos de hienas e frases de Alex DeLearge de 'Laranja Mecânica'. A palavra "BYE BYE" também pode ser vista, escrita em letras maiúsculas e em destaque.

23

Ledger morreu em janeiro de 2008 com 28 anos. No ano seguinte, ele foi premiado com um Oscar póstumo por seu papel como o Coringa. O diário é um livro encadernado vermelho e azul cheio de notas rabiscadas, desenhos, fotografias de palhaços e pedaços de histórias em quadrinhos.

A parte preferida do diário para o pai de Ledger é a seção onde seu filho explora a cena do hospital. Segundo Kim, o ator se inspirou na sua infância quando sua irmã o vestia como uma enfermeira.

24

O ator australiano deixou para trás sua filha Matilda, a quem ele teve com a atriz Michelle Williams. O par não estava junto no momento da sua morte. O Cavaleiro das Trevas foi lançado quase seis meses após a sua morte. Antes de sua morte, ele falou a revista 'Empire' que ele 'temia' o papel, mas queria fazer um Coringa diferente.

Morte de Heath Ledger

22

De acordo com a empregada de Ledger, Teresa Solomon, quando ela entrou no apartamento do ator, no bairro de SoHo, Nova Iorque, ela pensou que o ator ainda estava dormindo. Quem percebeu que o ator não estava consciente foi a massagista Diana Wolozin que tentou acordar Ledger e percebeu que ele não estava respirando.

A massagista ligou para a atriz Mary-Kate Olsen, amiga do ator, para quem pediu ajuda. Olsen, enviou seus seguranças para auxiliar no socorro e a massagista também ligou para a emergência. Os paramédicos chegaram logo após a ligação mas não puderam fazer nada pelo artista. Ele foi declarado morto às 15h36 do dia 22 de janeiro de 2008.

26

A polícia suspeitou de duas coisas: suicídio ou overdose acidental. Após algumas semanas de investigação, o IML de Nova Iorque concluiu que a causa da morte foi por uma intoxicação acidental dos remédios oxicodona, hidrocodona, diazepam, temazepam, alprazolam e doxilamina, remédios com efeito calmante e sonífero.

O funeral de Ledger aconteceu em sua cidade natal, Perth, no dia 9 de fevereiro de 2008. Após o funeral, que durou cerca de 90 minutos, foi realizada sua cremação, exclusiva para 10 familiares do ator. Suas cinzas foram jogadas na praia de sua cidade natal. Depois disso, seus amigos e familiares mergulharam no mar em homenagem ao ator.

Fonte: EW

Próxima Matéria
Rafael Miranda
Criando forças para segurar o forninho de cada dia. Instagram: @rafaelmiranda17
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+