• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


O mistério brasileiro do bebê-diabo nascido no ABC paulista

POR Cristyele Oliveira    EM Curiosidades      04/10/19 às 16h32

As fake news podem até terem se popularizado agora, mas elas já existem há muito tempo. O jornal Notícias Populares, de circulação na capital paulista, ganhou fama devido as suas manchetes sensacionalistas. O periódico ficou em circulação desde 1963 até 2011. No entanto, foi em 1975 que ele atingiu o seu auge, com uma notícia um tanto quanto questionável. Era domingo, dia das mães, e a capa do jornal trazia a seguinte manchete: nasceu o Diabo em São Paulo - Bebê com cifres, rabo e falando.

Com uma manchete dessas, é claro que atrairia muitos leitores curiosos para saber o que exatamente era o tal bebê-diabo. A notícia falava sobre o nascimento de um bebê, na cidade de São Bernardo do Campo, no ABC paulista. O suposto filho do diabo teria nascido com chifres, pelos, rabo e falando. E mais, a criança já teria nascido xingando os médicos, enfermeiros e a própria mãe. Mesmo parecendo um claro exagero, a notícia se espalhou e gerou uma enorme comoção entre as pessoas.

A notícia do bebê-diabo

Para se ter uma ideia do que foi a comoção por conta da notícia, não restaram quase que nenhum exemplar do jornal, nas bancas no primeiro dia. E não foi uma notícia única, começava ali, a saga do bebê-diabo, que ocuparia o espaço do jornal por 25 dias ininterruptos. O total de ocupação do fato na mídia 37 dias no total. O que foi especialmente bom para o jornal, que tinha tiragem de 80 mil exemplares por dia. Depois da notícia bombástica, esse número subiu para 200 mil.

Cada dia uma nova notícia contando como o bebê diabólico teria nascido. Mas o foco definitivamente era a sua aparência peculiar, bizarra e muito parecida com a ideia que foi criada do diabo. De acordo com o relato, o bebê tinha um temperamento tão agressivo, que teria ameaçado de morto todos que estavam na sala quando ele nasceu. Porque, aparentemente, a luz do dia o incomodava.

Continuando com a saga, outra reportagem falava sobre o desaparecimento do bebê-diabo. Depois de causar um verdadeiro tumulto no hospital, o bebê teria saltado pela janela do terceiro. Posteriormente, teria fugido andando. Durante um mês, várias aparições da criança foram relatadas pelo jornal e pela população.

Em um país tão tradicional e religioso, como é o Brasil, a notícia causou uma agitação, principalmente entre as pessoas mais simples. Essa mesma que juravam ter visto o filhote do demônio ou terem conhecido alguém que viu.

O bebê-diabo

A história do desaparecimento do filho do diabo mudou completamente a rotina dos moradores da região do ABC paulista. Por algum tempo, qualquer desavença, que acontecia, era atribuída ao bebê. Os pais não deixavam mais os filhos brincarem na rua, todo mundo se trancava em casa mais cedo. Não demorou para que alguns fanáticos religiosos entrassem em ação, prometendo acabar com o bebê-diabo. Isso porque as histórias do jornal contavam que a criança teria infernizado padres e rituais religiosos.

Em meio à toda essa confusão, o jornal continuava a adicionar novas informações sobre o bebê. O pai, seria um fazendeiro de Marília, cidade do interior de São Paulo, que não tirava o chapéu, em hipótese alguma, pois ele escondia os seus chifres.

A mãe seria a culpada pelo bebê ser o diabo. Segundo um suposto médico, entrevistado pelo jornal, a mãe teria se referido ao bebê como o diabo, várias vezes, durante a gravidez. E que por esse motivo ela teria enviado uma carga de energias negativas na criança.

Até hoje, algumas pessoas podem se perguntar se o bebê-diabo realmente existiu. Aparentemente sim, mas definitivamente não dessa forma. A história, que serviu como inspiração para a criação de toda essa história, é de um bebê que realmente nasceu com cifres e rabo. Mas isso se tratava de más formações na cabeça e coluna da criança, que lembravam tais coisas.

E você, já tinha ouvido falar sobre a história do bebê-diabo? Conta para a gente nos comentários e compartilhe com os seus amigos.

Próxima Matéria
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+