• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


O objeto lançado mais rápido do mundo foi uma tampa de bueiro, entenda

POR Jesus Galvão    EM Ciência e Tecnologia      24/04/19 às 17h42

Se alguém lhe contasse que o objeto mais rápido já lançado pelo homem foi uma tampa de bueiro, qual seria sua reação? Talvez você de imediato se lembre das histórias de tampas de bueiros indo pelos ares em explosões, como as que aconteceram no Rio de Janeiro em 2011. Alguns eventos deles causados por meros deslocamentos de ar.

Mas o caso aqui em questão se trata, na verdade, de uma tampa que foi lançada para o espaço com uma bomba nuclear. O astrofísico, Robert Brownlee, foi quem projetou o teste nuclear que contou com a participação especial do objeto.

O teste

Acontece que de 1945 até 1992, os Estados Unidos detonou 1.054 nucleares em testes. Durante a década de 1950, o governo norte americano começou a se preocupar com a radiação que as bombas nucleares podiam estar liberando na atmosfera.

Assim, em 1962, os EUA começou a realizar testes nucleares subterrâneos. Embora, o primeiro teste subterrâneo tenha acontecido em 29 de novembro de 1951 e recebeu o apelido de "Tio". Nos primeiros testes, as coisas aconteciam de forma, digamos, amadora. Uma vez que ninguém sabiam bem o que poderia acontecer.

Mas os testes que mais nos interessam neste momento ficaram conhecidos como "Pascal". Eles aconteceram durante a Operação Plumbbob.

Brownlee projetou o teste Pascal-A para que a precipitação nuclear fosse contida. A bomba foi colocada em um buraco de quase 1 metros de largura e cerca de 147 metros de profundidade. Uma tampa de ferro de cerca de 10 cm de espessura foi colocada no topo para manter o buraco fechado.

Tudo aconteceu na noite de 26 de julho de 1957. Quando a bomba foi detonada, o astrofísico afirmou que a tampa de ferro foi atirada como um foguete pelos céus. Brownlee então decidiu que mediria o quão rápido foi o voo do objeto. Portanto, um outro teste foi projetado: o Pascal-B.

O primeiro teste foi então replicado. Porém, desta vez, o buraco que abrigaria a bomba seria um pouco mais fundo. Aproximadamente 152 metros. Uma Câmera que capaz de capturar 1 quadro por milissegundo foi utilizada para registrar o teste.

As constatações

Em 27 de agosto de 1957, finalmente, o teste ocorreu. A tampa do "bueiro" voou pelos céus com a força da explosão da bomba nuclear. O objeto de ferro só foi apenas parcialmente visto em um quadro das filmagens, segundo Brownlee.

Ele usou as imagens para ajudar a descobrir o quão rápida a tampa estava. Ele conseguiu concluir que a tampa estava viajando cinco vezes mais que a velocidade de escape da Terra. Aproximadamente 201.168 km/h. Para termos uma noção, a espaçonave New Horizons, que supostamente é o objeto mais rápido já lançado pelo homem, chegou a impressionantes 58.536 km/h enquanto viajava para Plutão.

Naquela época, o astrofísico acreditava que o objeto seria encontrado quando caísse novamente na Terra. Entretanto, a tampa nunca foi encontrada. Porém, Browlee concluiu que, devido a sua velocidade, ela pode ter simplesmente pegado fogo antes de chegar ao espaço sideral.

Assim, da próxima vez que você olhar para o céu e contemplar as estrelas, lembre-se do teste de Brownlee. Em algum lugar do cosmos, uma tampa de bueiro lançada pela força de uma bomba nuclear pode estar se afastando da Terra em uma incrível velocidade.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+