icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


O piloto que morreu perseguindo um OVNI

POR Diogo Quiareli    EM Curiosidades      09/01/20 às 10h58
capa do post O piloto que morreu perseguindo um OVNI

Muitas pessoas são totalmente convencidas sobre a existência de alienígenas. Alguns até afirmam terem visto algum OVNI e há casos onde isso não acaba bem. No dia 7 de janeiro de 1948, um objeto não identificado foi visto sobrevoando o céu de Madisonville, em Kentucky, nos Estados Unidos. No momento, a Guarda Nacional Aérea do local contatou o capitão Thomas Mantell, de 25 anos. Ele era um renomado piloto da Força Aérea e tinha participado da Batalha da Normandia durante a Segunda Guerra Mundial. Era a pessoa perfeita para lidar com o caso.

O objeto não identificado foi descrito como circular, medindo cerca de 90 metros de diâmetro. Alguns observadores do Campo Aéreo do Exército descreveram a aeronave com mais detalhes. Segundo eles, era "um cone vermelho flamejante que arrastava uma névoa verde gasosa". O objeto teria ficado parado por quase uma hora e meia, no mesmo lugar. Um outro observador do campo disse que "pouco antes de sair, chegou muito perto do solo. Permaneceu no local por cerca de dez segundos e depois subiu a uma velocidade muito alta".  Foi aí que o piloto entrou em cena, para tentar entender o OVNI. Confira mais detalhes sobre essa história.

O piloto que morreu tentando capturar o OVNI

A função de Mantell era seguir aquele objeto, a fim de averiguar a situação. Há bastante discordâncias sobre as exatas palavras do capitão enquanto perseguia. Acredita-se que ele tenha dito que o OVNI "parecia metálico e de tamanho tremendo". Durante a perseguição, infelizmente as coisas não saíram como o piloto e as demais pessoas ligadas ao caso esperavam. Mantell sofreu um acidente mortal, que deixou diversas especulações.

O Acidente

Juntamente com outros dois pilotos (o tenente Albert Clements e o tenente Hammond), Mantell atingiu a parte mais intensa da perseguição. Quando atingiram 6.900 metros, Clements e Hammond interromperam o voo. No entanto, Thomas continuou subindo atrás do OVNI, assim, ao ultrapassar 7.600 metros, sua aeronave começou a cair. Os bombeiros conseguiram, com muita dificuldade, retirar o corpo do capitão Mantell de dentro do avião.

Seu relógio havia parado às 15h18, o horário do acidente. Seu cinto de segurança estava totalmente danificado e o OVNI tinha desaparecido. Diferentes versões sobre o estado do corpo do piloto foram publicadas. Algumas delas afirmavam que ele estava decapitado. Por outro lado, outras diziam que o cadáver apresentava marcas de bala e vestígios radioativos. Mantell foi ainda o primeiro membro da Guarda Nacional Aérea de Kentucky a morrer, em voo.

Devido ao seu legado durante a Segunda Guerra Mundial, o caso foi amplamente coberto pela mídia. As notícias, além de revelar detalhes importantes sobre o acidente, também publicava histórias sensacionalistas. Uma delas dizia que a União Soviética estaria por trás do abate de Mantell.

E aí, o que você achou dessa matéria? Sabia detalhes sobre o caso? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Vale sempre lembrar que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento. Aproveite o momento para fazer um tour por nosso site e viaje em um universo de curiosidades.


Próxima Matéria
avatar Diogo Quiareli
Diogo Quiareli
Geminiano, 26 anos, goiano. Amante de música pop, fã de Katy e Luan.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest