• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


O que acontece quando uma cobra tenta se comer?

POR Cristyele Oliveira    EM Curiosidades      02/10/19 às 16h12

Se tem uma coisa, que permeia os piores pesadelos da maioria das pessoas, são as cobras. Poucas coisas, na vida, têm o poder de aterrorizar tanto as pessoas. Afinal, o que poderia ser mais bizarro e estranho do que uma cobra? Que tal uma cobra comendo o seu próprio rabo? Falando em simbologia, essa imagem é chamada de ouroboros, que nada mais é do que um símbolo místico, que representa o conceito de eternidade ou ciclo da vida e da morte. É, basicamente, um lembrete bem bizarro, a depender do ponto de vista, de que a aniquilação e a criação se alimentam uma da outra. E mais, que as cobras literalmente alimentam os pesadelos humanos. Do mesmo modo, que podem alimentar a si mesmas.

E, como alguns sonhos e pesadelos se tornam realidade, isso não acontece apenas na mitologia. De fato, as cobras não se alimentam de si mesmas apenas no sentido metafórico. Isso acontece de verdade. Às vezes, as cobras realmente tentam comer as suas próprias caudas. Mas por que isso acontece? É isso que você vai descobrir se tiver estômago para manter os olhos abertos.

As cobras

Diferentemente do que você pode estar imaginado, as cobras não estão tentando cheirar ou beijar o seu próprio traseiro. Ela está realmente tentando se comer. E nem é porque elas estão famintas.

Segundo Sally South, pesquisador do Museu da Austrália do Sul, as cobras fazem isso porque "têm um cérebro pequeno e são mais reativas do que proativas".

Ou seja, movimentos rápidos, mesmo que vindos da própria cauda, podem fazer com que algumas cobras confundam isso com o seu almoço. Mas essa é apenas uma das razões. Surpreendentemente, não a única. Existem outros motivos, além da confusão, para as cobras tentarem se comer.

Refeição escamosa

Outra explicação para esse comportamento bizarro das cobras é que às vezes elas ficam mais quentes do que o normal. Segundo a IFL Science, o problema é que as cobras são animais de sangue frio. Tecnicamente são animais "poiquilotérmicos". Ou seja, as cobras tem a temperatura corporal correspondente ao do ambiente em que ela está. Então, se as cobras ficarem muito quentes, bem mais quentes do que estão acostumadas, elas podem ficar confusas e desorientadas. Então você imagina que elas fiquem realmente muito desorientadas, já que elas irão se alimentar da própria cauda.

Outro ponto, a ser observado nesse caso, é o seu metabolismo. As cobras também dependem da temperatura ambiente para funcionar normalmente. Ademais, quando há uma desordem no metabolismo, elas pensam erroneamente que estão com fome e começam a comer o que acham a sua frente, ou nesse caso, o que está trás. Acontece também que, às vezes, uma cobra pode ser cega, como um morcego, e não consegue enxergar que a sua cauda não é a refeição mais adequada.

Infelizmente, para uma cobra confusa e desorientada, uma vez que ela começa a comer a própria cauda, ela faz disso a sua própria refeição dos sonhos. E o pior, às vezes, elas não conseguem parar. Então, como elas obviamente não podem se comer inteiras, elas morrem tentando. Então, é isso, quando uma cobra tenta se comer, ela não consegue e morre no caminho.

Bizarro, não é mesmo? Enfim, o que você achou disso? Conta para a gente nos comentários e compartilhe com os seus amigos.

Próxima Matéria
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+