icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


O que aconteceria com seu corpo se você nunca mais saísse de casa?

POR Mateus Graff EM Ciência e Tecnologia 03/07/17 às 15h32

capa do post O que aconteceria com seu corpo se você nunca mais saísse de casa?

Vocês já pararam para pensar o que poderia acontecer com o corpo de uma pessoa que nunca sai de casa? Se bem que para algumas pessoas ficar em casa pelo resto da vida jogando vídeo game, vendo seriados ou filmes e comendo isso não seria problema algum, porém, coisas muito sérias poderiam acontecer com o corpo de uma pessoa que não sai de casa. Já leu a nossa matéria que mostra o que aconteceria se a Terra ficasse plana de repente?

Isso porque ter contato com a luz do dia é algo muito importante para nós, e a ausência do sol em nossa vida pode ter sérias consequências. Só para vocês terem uma ideia, o sol dos dá uma grande dose de vitamina D. Tudo bem que podemos obter várias vitaminas consumido os alimentos certos, mas a vitamina D é a única que precisamos obter pelo sol por causa da reação fotossintética da exposição do sol.

Se ficarmos muito tempo sem pegar a luz solar, é claro que nos faltara esse importante nutriente. Os alimentos que fornecem a vitamina D não chegam nem perto da quantidade que necessitamos, por isso precisamos do banho de sol. Mas esperem aí, por que diabos a vitamina D é tão importante para o nosso organismo?

Essa vitamina é essencial para equilibrar vários órgãos e funções do nosso corpo. É ela que regula a absorção de cálcio e fósforo, mantém o cérebro funcionando, fortifica os ossos, dentes e músculos, inclusive o nosso coração. A vitamina D é muito importante para prevenir a osteoporose e também pode estar relacionada a expectativa de vida.  O IBGE já divulgou alguns dados sobre a alimentação aqui no Brasil, e apontou que os níveis de vitamina D estão abaixo do recomendando para 99,2% das mulheres entre 19 e 59 anos e 99,6% dos homens da mesma idade.

Os alimentos que tem maior concentração de vitamina D são os peixes de água salgada, como salmão e sardinha, já os ovos, carne, leite e manteiga também possuem vitamina D, mas em pouquíssimas quantidades. Como já citamos, o sol é a melhor forma de absorver a vitamina D, e cerca de 10 minutos diários de sol antes das 10 da manhã pode ser o suficiente.

Porém é preciso ficar esperto a quantidade de sol que tomamos, até porque, como todos vocês já devem saber, tudo em excesso faz mal. A vitamina D em excesso aumenta a concentração de cálcio no sangue, o que favorece a formação de cálculos renais e o depósito nas artérias, o que pode provocar arteriosclerose.

Caso exista um consumo alto de vitamina D, os sintomas da intoxicação são náuseas, sede, fraqueza, nervosismo, aumento da pressão arterial e até da vontade de urinar. Bom, sendo assim, caros amigos, fica claro que precisamos sempre manter o equilíbrio.

E aí, estão convencidos de necessitamos sair de casa? Comentem!


Próxima Matéria
Via   R7     Uol     GNT  
avatar Mateus Graff
Mateus Graff
https://www.instagram.com/mateusgraff/ https://www.facebook.com/mateus.adjutomartinsgraff
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest