icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


O que aconteceu com o homem que lambeu produtos de um mercado nos EUA durante a quarentena?

POR Bruno Dias    EM Curiosidades      27/03/20 às 14h24
capa do post O que aconteceu com o homem que lambeu produtos de um mercado nos EUA durante a quarentena?

Nós estamos vivendo a pandemia do coronavírus, que está deixando todas as pessoas bastante assustadas e surpresas. O COVID-19 surgiu em Wuhan, na China. E  por causa de sua intensidade e capacidade de matar as pessoas, o mundo todo está passando por uma situação bastante delicada e está em estado de alerta.

Para tentar diminuir a propagação do vírus, medidas foram tomadas pelos governos do mundo todo. Por esse motivo, praticamente todos os países do mundo estão em isolamento, para tentar diminuir a quantidade de casos.

Mesmo sabendo da gravidade do vírus e das suas consequências para a saúde, existem pessoas que parecem achar que tudo isso é uma brincadeira. Nessa semana, o Departamento de Polícia de Warrenton, em Missouri, predeu um homem, depois de verem o vídeo que o próprio postou, dele lambendo vários produtos nas prateleiras do Walmart.

Lambida

No vídeo, ele lambia os produtos e depois afirmava "quem tem medo do coronavírus?". O homem, chamado Cody Pfistre, foi acusado de fazer uma ameaça terrorista em segundo grau.

O mais provável é que Cody esteja procurando ganhar fama na internet, de uma forma rápida. E por isso, se aproveitou da grande quantidade de notícias relacionadas ao COVID-19 que é uma pandemia global. O vídeo de Cody realmente viralizou, mas talvez não do jeito que ele pretendia.

Reclamações sobre o vídeo foram enviadas à polícia local de várias partes do mundo. Todos apontando, além do comportamento anti-higiênico, o perigo que o jovem estava correndo e causando.

"Este vídeo em particular, que não será compartilhado aqui, ganhou atenção internacional e recebemos inúmeros relatórios sobre o vídeo de moradores locais, residentes próximos e pessoas da Holanda, Irlanda e Reino Unido. Levamos essas queixas muito a sério e gostaríamos de agradecer a todos que relataram o vídeo para que o problema pudesse ser resolvido ", disse o Departamento de Polícia da cidade em um post no Facebook.

O Ministério Público do Condado de Warren acusou Cody de fazer uma ameaça terrorista em segundo garu. No Missouri, essa acusação é dada quando uma pessoa "ignora imprudentemente o risco de causar a evacuação, quarentena ou fechamento de qualquer parte de um edifício, infraestrutura etc. e conscientemente. Comunica uma ameaça expressa ou implícita para causar um incidente ou condição que envolva perigo à vida". Ela é uma acusação classificada como crime de nível baixo.

De acordo com os documentos judiciais, Cody "conscientemente causou uma falsa crença ou medo de que exista uma condição que envolva perigo à vida". Além de agir "com desconsideração imprudente do risco que causa a evacuação, quarentena ou fechamento de qualquer parte".

Perigo

Infelizmente, o caso de Cody não é o primeiro, ou seja, vídeos de pessoas lambendo superfícies estranhas para ganhar atenção já foram espalhados. Ou outros no sentido de protestar contra as medidas preventivas, que os governos impuseram para tentar achatar a curva de transmissão do coronavírus.

Segundo informações da Newsweek, uma mulher lambeu a maçaneta da porta de um freezer de uma loja na Festival Foods, em Marshfield. Ela fez isso em uma tentativa de "protestar" contra a pandemia do coronavírus. A lambida foi na mesma hora em que o gerente da loja estava desinfectando as maçanetas das portas.

E o mais preocupante é que uma influencer postou, em seu Instagram, um vídeo dela lambendo o assento de um vaso sanitário do seu avião particular. E ela chamou o ato de "desafio do corona". Rapidamente, esse "desafio" se espalhou nas redes sociais e pessoas lambiam as mais variadas superfícies. Como por exemplo, maçanetas de carros, de banheiros públicos e vários outros lugares.

Logicamente, o perigo desse tipo de desafio é enorme. Não apenas pelo risco de realmente alguém pegar o coronavírus e também espalhá-lo sem ao menos saber, para outras centenas de pessoas. Os banheiros públicos e outros locais são cheios de bactérias e micróbios que são extremamente perigosos.


Próxima Matéria
Via   Ifl science  
avatar Bruno Dias
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest