icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


O que as 5 substâncias mais viciantes do planeta fazem com seu cérebro?

POR Mateus Graff EM Ciência e Tecnologia 15/09/16 às 17h00

capa do post O que as 5 substâncias mais viciantes do planeta fazem com seu cérebro?

O problema com as drogas está longe de ser solucionado. Além de ter um uso muito difundido em todo o mundo, as drogas estão intimamente ligadas com a violência e com o crime organizado. Enquanto algumas pessoas pensam que a solução para o problema seria descriminalizar (e regularizar) as substância, outras defendem um maior policiamento para por um fim definitivo à velha guerra contra o tráfico. Confira também a nossa matéria com as 8 celebridades antes e depois das drogas.

O mundo realmente tem um grande problema relacionado com as drogas, e pensando nisso, nós trouxemos essa matéria com as 5 drogas mais usadas e viciantes do mundo, além do efeito que elas causam no nosso cérebro quando consumidas. Então, caros leitores da Fatos Desconhecidos, confiram agora a nossa matéria com as 5 substâncias mais viciantes do mundo e os efeitos no nosso cérebro:

1 - Cocaína

A famosa cocaína pode interferir diretamente com o uso da dopamina do cérebro para transmitir mensagens de um neurônio para o outro, em essência, impede os neurônios de transformar o sinal da dopamina, fazendo com que haja uma ativação anormal das vias re recompensa do cérebro. Alguns testes feitos com animais mostraram que a droga faz com que os níveis de dopamina subissem mais de três vezes o nível normal.

Calcula-se que no mundo inteiro, entre 14 a 20 milhões de pessoas fazem o uso da droga, sendo que em 2009 o seu valor de mercado era cerca de US$ 75 bilhões. A cocaína é bem semelhante a estimulantes que causam dependência,  como a metanfetamina ou a anfetamina, por exemplo. Leia também a nossa matéria com as 10 drogas mais perigosas do mundo.

2 - Calmantes

Os calmantes geralmente são indicados para as pessoas que querem tratar a ansiedade e a insônia. Eles interferem com a sinalização química do cérebro, desligando várias regiões do órgão. Quando consumido em doses  baixas, causam euforia, e em doses mais altas podem ser letais pelo fato de suprimir a respiração.

A dependência desse tipo de droga era bem comum quando eles eram facilmente disponíveis por prescrição, mas isso tem diminuído dramaticamente conforme outras drogas substituem essas substâncias em tratamentos padrões. Isso destaca o papel que o contexto desempenha na dependência: se uma droga que vicia não é amplamente disponível, pode fazer pouco dano.

3 - Álcool

O álcool é considerado por vários pesquisadores a droga mais prejudicial do mundo. Embora o álcool seja legal em vários países, como aqui no Brasil, o álcool tem muitos efeitos sobre o cérebro, mas em experimentos de laboratório com animais, a substância aumentou os níveis de dopamina no sistema de recompensa por 40 a 360%. Quanto mais os animais bebiam, mais seus níveis de dopamina aumentavam.

Estima-se que 22% das pessoas que bebem desenvolvem uma dependência em algum momento da vida. A OMS estima que 2 bilhões de pessoas consumiram álcool em 2002, e mais de 3 milhões de pessoas morreram devido a danos no corpo causados pela bebida em 2012.

4 - Heroína

O álcool pode ser viciante, mas não à ponto de superar a heroína. Sim, a heroína é a mais viciante dessa lista, sendo opiláceo que faz com que o nível de dopamina no sistema de recompensa do cérebro aumente em até 200% em experimentos em animais. Todos nós sabemos que a heroína é perigosa, mas o que pouca gente sabe é que a dose que pode causar morte é apenas cinco vezes maior do que necessária para "ficar doidão".

Essa droga também é classificada como a segunda droga mais prejudicial em termos de danos para os usuários e para a sociedade. O mercado mundial de opiláceos ilegais, incluindo a heroína, foi estimado em US$ 68 bilhões em 2009.

5 - Nicotina

A nicotina está presente no tabaco, e quando alguém fuma um cigarro a nicotina é rapidamente absorvida pelo pulmão e alcança seu cérebro. Para termos uma noção do quanto a nicotina é consumida no mundo, dois terços dos americanos que já fumaram cigarro relataram que ficaram dependentes dele durante a sua vida.

Em 2002, a Organização Mundial da Saúde estimou que havia mais de 1 bilhão de fumantes em todo o mundo, e que o tabaco vai matar 8 milhões de pessoas por ano até 2030. E aí, você que fuma, vai fazer parte desses 8 milhões de pessoas que vão morrer por ano ou vão abandonar o navio?

Então caros leitores, já sabiam o efeito de todas essas substâncias no nosso cérebro? Comentem!


Próxima Matéria
avatar Mateus Graff
Mateus Graff
https://www.instagram.com/mateusgraff/ https://www.facebook.com/mateus.adjutomartinsgraff
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest