icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


O que vai acontecer quando a água do mundo acabar?

POR Júlia Marreto EM Ciência e Tecnologia 27/05/16 às 18h38

capa do post O que vai acontecer quando a água do mundo acabar?

Substância essencial para todos os tipos de vida, não adianta, a água é indispensável para a sobrevivência. Pensar que um dia ela pode acabar, normalmente, não nos passa pela cabeça. Hábito terrível esse porque, afinal de contas, o que aconteceria se a água do mundo acabar?

Simples atos do dia-a-dia, como tomar banho, escovar os dentes, lavar roupas, beber água!, muitas vezes nos parecem tão banais que não pensamos em economizar na hora de lavar o carro, limpar a casa, lavar as louças... Mas, infelizmente, como tudo no mundo, a água tem seu limite, e estamos cada vez mais próximos desse fim.

Com tantos problemas e irresponsabilidades que a vida moderna tem nos trazido, várias fontes naturais já secaram, fato que não tem retorno. Ainda não inventaram uma forma de "criar" essas fontes. E quando falamos dessa água, é a água potável, tão "abundante" em nosso país, mas que se resume ao poder de poucos.

Muitas pessoas pensam que os oceanos são suficientes para sustentar todo o planeta, mas não se lembram de que essas águas possuem diferentes tipos de componentes e que não podem suprir as necessidades humanas, e de qualquer outro tipo de vida. É um elemento tão importante que a ONU (Organização das Nações Unidas) definiu o dia 22 de março como sua data.

No ano de 2005, essa mesma organização deu início à Década de Ação - Água para a vida, um espécie de carta de intenções, que tem por alvo, alcançar determinados objetivos em relação aos recursos hídricos. Um fato interessante, é que a falta de água (desidratação) pode levar uma pessoa à morte muito mais rápido que a fome.

Desertificação

A primeira coisa em que pensamos quando se trata de falta de água é na sede. Mas a água não serve apenas para nos hidratar, ela hidrata os solos, consequentemente os deixa nutridos o suficiente para que seja passível de plantações. Sem água, os solos seriam desertificados, num mundo assim, não haveria comida. Sem comida, sem água, não há vida.

Guerras hídricas

Imaginem só, viver em um planeta que o acesso à água é regulado pelo governo, você só pode beber determinada quantidade de água por dia, passar dias sem poder tomar banho, escovar os dentes e afins. Bateu desespero? Ou você ainda acredita que esse tipo de coisa nunca vai acontecer? Se a resposta é a segunda opção, muito se engana. A probabilidade de a água potável do mundo acabar é grande! Não à toa pesquisadores e cientistas estão tentando encontrar água em outros planetas. O pesadelo das ficções científicas pode se tornar realidade, mais cedo do que esperamos.

Crises

Atualmente algumas cidades no mundo já tem ficado completamente sem água, necessitando de "pedir emprestado" às cidades vizinhas. Um exemplo é a cidade de Orme, no Tennessee (EUA), que teve suas fontes esgotadas em 2007, sendo socorrida por New Hope, cidade ao lado. Que proporcionou aos habitantes de Orme a instalação de um cano de 3 quilômetro ligando as duas cidades, para que fosse possível o reabastecimento dos reservatórios.

Mortes

Com a falta de água não só nós (humanos) morreríamos como grande parte das espécies, praticamente tudo, da fauna e flora mundial também. Como dissemos anteriormente, para se ter vida é preciso que haja água. Basta pensar o seguinte, se até os cactos e camelos que são capazes de passar dias, meses, sem se hidratarem imaginem o resto dos seres vivos.

Dessalinização

Uma das formas de utilizar as águas dos oceanos é a retirada do sal e mineração da água para que possa ser consumida. Um processo que ainda é caro, mas que pode ser uma das soluções futuras. Cientistas e pesquisadores da área trabalham arduamente para que a realização desses processos sejam cada vez mais rápidos, baratos e mais eficazes.

Degelo

Para aqueles que não sabem, uma grande porcentagem da água potável do planeta está congelada, nas calotas polares. Por conta do aquecimento global, uma parte dessas calotas já tem sido derretidas, como pudemos acompanhar ao longo desses últimos dez anos. Essa é uma das soluções para a falta de água no mundo, mas devemos lembrar que elas são finitas e qualquer alteração nesse habitat pode prejudicar dezenas de sistemas.

Essas são algumas coisas que podem acontecer caso a água do planeta acabe. Não há motivos maiores para ficarmos de braços cruzados esperando que a tecnologia resolva esse (gigante) problema. Não podemos fazer pelos outros, mas podemos fazer por nós mesmos, diminuir alguns minutos do banho, não lavar as calçadas, não poluir ruas (consequentemente rios e mares), cuidar e ter atenção com o planeta é cuidar de nós mesmo.

O vídeo acima retrata uma crônica, supostamente escrita no ano de 2070, e fala sobre como será esse ano e o que a falta de água ocasiona.

Alguns podem até pensar que é um tema batido e está chato, mas a questão é que é extremamente importante pensarmos nesse tipo de situação e nunca deixar que esfrie. Então é isso pessoal, sugestões, dúvidas, correções? Não se esqueçam de comentar com a gente!


Próxima Matéria
avatar Júlia Marreto
Júlia Marreto
É a dona de um coração esculpido pela literatura e preenchido pelos bons vinhos de Baco. Guiada nas artes da vida por Ares, possui a discreta delicadeza de um elefante pulando carnaval numa loja de cristais! Movida diariamente pelo combustível da vida: o café, essa garota possui raízes profundas na poesia da vida. É muito séria, mas sabe brincar na hora certa. Ama os animais e detesta filme de terror. Apesar de cantar mal, canta com sentimento. E adora musicais! Sua principal tentativa desportiva é o baralho. Ela gosta mesmo é de coisas antigas, apaixonada pela vida e sonha com o universo. Instagram: , @juliamarreto
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest