icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


O reservatório nuclear da Montanha Yucca, feito para durar 10 mil anos

POR Pietro Bottura EM Sem categoria 20/11/14 às 18h48

capa do post O reservatório nuclear da Montanha Yucca, feito para durar 10 mil anos

Você pode até não saber, mas durante a Guerra Fria, os EUA fizeram todo tipo de plano mirabolante que pode ser imaginado. Entre eles, o de armazenar em uma montanha toneladas de lixo radioativo. O plano, faraônico, tinha como meta construir um local para abrigo de resíduo tóxicos que durasse até 10 mil anos.

A angariação de fundos se deu através da cobrança de 1 centavo, na conta de luz, de todos os americanos, o que gerou verbas mais do que suficientes, em 1983, para cavar o complexo de túneis e tubos metálicos na montanha Yucca, em Nevada (EUA). A quantia, de U$ 30 bilhões, foi aplicada e a inauguração aconteceu em 31 de janeiro de 1998, com o nome oficial de "Repositório de Lixo Nuclear de Yucca Mountain".

Estilo Brasil

Apesar disso, o projeto original prometia 65 km de túneis, e somente 8 foram escavados. Como dá pra imaginar, isso gerou revolta e várias capas de revistas, que traziam manchetes como "o depósito nuclear que nunca existiu".

O mais interessante é que os estudos do local também trabalhavam com comunicação com sociedades e humanos do futuro, que poderiam se deparar com o local sem saber do que se tratava, e sofrer consequências mortais. Por isso, foi criado um grupo, batizado de "Interferência Humana", que era composto por profissionais da Arqueologia, Línguas e Comunicação Não-Verbal, além de engenheiros. Seu objetivo? Evitar que seres e sociedades do futuro violassem o depósito nuclear, que era feito para durar 10 mil anos - o tempo que a nossa civilização, em si, existe.

A conclusão deles era de que a melhor forma era deixando corpos em volta do local, criando lendas, mitos e folclores sobre a montanha. O mais importante, para eles, não era necessariamente dizer que lá haveria radiação, e sim uma ameaça, perigo.

Atualmente

Espera-se que com sua construção, sejam evitados casos como o da Reserva Nuclear de Hanford, que foi abandonado e hoje é usado para abrigar 56 milhões de litros de material radioativo, em 200 tanques de aço enterrados.

Esse material, derivado do plutônio utilizado pelos EUA para a construção de bombas atômicas durante a Guerra Fria, deveria ter sido tratado e isolado do local misturando-o a vidro, mas nada disso foi feito. Estima-se que até 2020 a construção do Reservatório seja concluída, mas essa não é a primeira vez que esse tipo de promessa é feita e não cumprida. Nós, brasileiros, sabemos bem como funciona, né?

 

E se você acha que isso é o pior que já aconteceu nos EUA, dê uma olhadas nessas listas.


Próxima Matéria
avatar Pietro Bottura
Pietro Bottura
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest