• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


O russo que mumificou 29 garotas mortas

POR Diogo Quiareli    EM Terror & Sobrenatural      01/11/19 às 11h52

Você, assim como nós, já deve ter se deparado com crimes terríveis. No entanto, talvez, poucos deles tenham sido mais assustadores do que o caso do sequestrador de corpos russo. Um homem roubou 29 cadáveres de meninas e as vestiu com botas longas para parecem bonecas. Além disso, as maquiou, para tudo ficar ainda mais convincente. Tudo isso para que elas pudessem fazer parte de sua coleção pessoal de bonecas. Primeiramente, convidamos a ler essa história somente se tiver, de fato, estômago para isso. Conheça conosco esse caso assustador.

Anatoly Moskvin, de 52 anos, roubou e mumificou alguns cadáveres. Como falamos antes, isso foi feito para transformá-las em "bonecas", em Novgorod. Os psiquiatras do caso alegaram que conseguiram curar o historiador no ano passado. Sendo assim, recomendaram um tratamento ambulatorial para Moskvin, mas depois reverteram de forma drástica essa alegação. Agora, eles desejam que ele seja detido indefinidamente, mas como nenhuma nova ordem judicial foi concedida, o homem está livre para sair.

Soltura do russo

A população teme, pois a ordem para mantê-lo no hospital, longe dos cidadãos, expirou. Isso provocou uma grande fúria nos pais de suas vítimas. Antes de sua detenção, em 2011, o coletor de roupas vestia as meninas mortas com meias, primeiramente. Após isso, usava demais vestes femininas, como botas de cano longo, chegando aos joelhos, assim parecendo ainda mais bonecas. Depois, fazia maquiagens bem elaboradas, passando batom e outras coisas. O mais bizarro ainda estava por vir. O homem colocou caixas de músicas, dentro das costelas das vítimas.

Após fazer isso, marcou em seu quarto, a data de aniversário de cada uma. O russo disse ,anteriormente, aos detetives, para não enterrar as meninas muito profundamente. Na frente da polícia, ele alegou que então as pegaria de volta quando estivesse livre. Ele também contou aos pais das vítimas, que o descreveu como um ser maligno: "você abandonou suas garotas no frio. Eu as trouxe para casa e as esquentei". As vítimas tinham entre três e 12 anos. Um juiz exigiu um novo conjunto de testes psiquiátricos. Esses constataram que a condição de Moskvin havia "se deteriorado", mas houve um atraso inexplicável, na aprovação de uma ordem para mantê-lo detido.

Revolta

Natalia Chardymova é uma das mães contrárias à liberdade do maníaco. O cadáver de sua filha Olga foi um dos 29 desenterrados por ele. A garota foi assassina aos 10 anos, em 2002. Moskvin manteve esse corpo mumificado, por nove anos, em seu apartamento, enquanto sua mãe, sem saber, levava flores ao túmulo vazio. Segundo a mulher, o homem é incurável, ou seja, vai voltar para as ruas e continuar agindo. "Ele vai parar de tomar as pílulas e, em algum momento, voltará às suas ações sinistras, como prometeu fazer", disse ela.

Impossível negar que esse caso está entre os mais sinistros de todos os tempos. Quem diria que poderia haver um homem que coleciona corpos humanos.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta pra gente aí embaixo, afinal, seu feedback é de extrema importância para o nosso crescimento. Aproveite ainda para fazer um tour por nosso site e mergulhar em um oceano de curiosidades.

Próxima Matéria
Via   Opposing Views     Faily Mail  
Diogo Quiareli
Geminiano, 25 anos, goiano.
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+