• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


O Último Dia de Cory Monteith

POR Diogo Quiareli    EM Último Dia      18/10/19 às 14h54

"Cory Monteith". Esse nome é familiar ou te traz alguma lembrança? Se não, vamos facilitar. Finn Hudson, Colégio William McKinley, Ohio, Clube do Coral. Agora, ficou um pouco mais fácil. Cory era um dos protagonistas de uma das séries adolescentes mais famosas nesse século, Glee. O ator tinha uma voz única, um personagem desengonçado para dançar, como era sua marca registrada. Além disso, a influência em diversos jovens. Isso foi o que Cory deixou na memória dos fãs. Os seus últimos dias foram conturbados, afinal, a vida não era fácil.

Quem acompanhava a vida de Cory, sabe que não era tão simples assim, afinal, lidar com a fama não é só flores. Monteith, embora fosse um ótimo amor e um talentoso cantor, enfrentavam problemas internos. Cory, antes de deixar esse mundo, fez uma legião de fãs fiéis e assim pôde ajudar diversas pessoas. Vamos te contar um pouco mais sobre sua vida e, eventualmente, sua história geral. Confira conosco.

Aos 31 anos de idade, Cory Monteith foi encontrado morto. O ator faleceu no dia 13 de julho de 2013, há 6 anos. A notícia de que ele havia morrido logo tomou as páginas de grandes jornais e tabloides ao redor do mundo. Isso comoveu então uma legião de fãs, visto que Cory era um ídolo adolescente. O site americano "TMZ" publicou que os socorristas que foram onde o corpo estava, encontraram vestígios. Uma colher com resíduos de drogas e uma agulha hipodérmica foram achados no local. Segundo eles, o ator estava usando heroína, uma droga extremamente forte e bebendo champagne, em seu quarto de hotel.

História de Cory Monteith

Cory Allan Michael Monteith nasceu em Calgary, no dia 11 de maio de 1982. Ele dedicou sua vida à atuação e à música. Cory era ator e cantor, ganhando assim bastante destaque como Finn Hudson, na série Glee, da FOX. Essa marcou toda uma geração de adolescentes. Além desse papel, Cory foi muito notado como Charlie Tanner, na série Kyle XY, da ABC Family. O ator canadense cresceu em Victória, Colúmbia Britânica, e dividia seu espaço com seu irmão mais velho, Shaun Monteith. Filho de pais divorciados, o garoto foi criado com sua mãe e enfrentou algumas barreiras antes de se tornar um grande ator.

Começou trabalhar em diversos ramos, como funcionário do Wal-Mart, motorista de Táxi, telemarketing e na construção civil. Foi em Vancouver que ele começou sua carreira de ator. Após frequentar diversas escolas diferentes, Cory largou os estudos aos dezesseis anos. Em uma entrevista, disse que estudar não era sua praia e que não se lembrava muito de várias coisas que aprendeu na escola ao longo da vida, assim, não entendia a razão de continuar estudando. Ainda assim, recebeu o seu diploma do ensino médio, em 2011, concedido por uma escola alternativa, que ele frequentou em Victória, na Colúmbia Britânica.

Cory começou na TV fazendo participações menores em filmes, como Killer Bash, Bloody Mary e Deck the Halls, por exemplo. Após essas experiências, conseguiu um papel recorrente em Kyle XY. A partir daí, fez aparições em seriados de maior sucesso, como Supernatural, Smallville e Flash Gordon. Em 2007, Cory fez parte de uma série nada bem sucedida da MTV. "Kaya" foi cancelada 10 episódios após sua estreia. Monteith deu vida ao personagem Gunnar, baterista da banda de Danielle Savre. Glee foi o ápice de sua carreira, quando viveu Finn Hudson, o adolescente de 16 anos.

Sucesso na carreira

Glee foi o seu trabalho de maior sucesso. A série de televisão foi exibida em mais de 60 países, entre 2009 e 2015, alcançando boas posições em audiência e logo se tornando um fenômeno no meio jovem. A série foi considerada um marco cultural de boa fé. O musical conquistou uma vasta base de fãs, tendo mais de 43 milhões de músicas vendidas. Além da atuação, Cory participou de turnês musicais com o grupo e cantou nos Estados Unidos, Canadá e Europa. Com concertos esgotados, prestígios da casa branca e diversos prêmios, incluindo três Globos de Ouro, quatro Emmy Awards e mais de cinquenta outros prêmios, Glee ganhou o mundo.

A história do musical se passa na escola fictícia, William McKinley High School, em Lima, Ohio. O enredo gira em torno de um grupo de estudantes que busca vencer uma luta para viver seu cotidiano, como vemos na vida real. No entanto, sua história se passa nos cruéis corredores do colégio. O Clube do coral conta com Finn, o capitão de time de futebol, que é forçado a entrar para o grupo, perdendo pouco a pouco a sua popularidade depois desse fato. Após isso, alguns de seus companheiros, incluindo as líderes de torcida, resolvem se juntar a ele e a história começa. Assim como na vida real, o personagem de Cory enfrentava alguns problemas.

O dia 13 de julho de 2013 marcou todos os fãs da série e diversos admiradores de Cory, ao redor do mundo. Foi chocante a notícia de sua morte, aos 31 anos. Cory foi encontrado morto no Fairmont Pacific Hotel, em Vancouver, Canadá. Ao perder o seu horário de check-out no hotel, o ator foi encontrado sozinho no quarto de hotel que estava hospedado, no vigésimo primeiro (21º) andar. 

Começo do fim

Segundo o chefe do departamento de polícia de Vancouver, Doug LaPard, não havia indícios de crime. A causa de sua morte não foi imediatamente aparente. No entanto, há especulações sobre o que levou Cory a esse fim trágico e, segundo uma linha do tempo, tudo teria começado em sua adolescência. Cory se abriu pela primeira vez sobre o seu passado para a revista Parade, em uma entrevista concedida em 2011. Na ocasião, ele disse que abandonou o ensino médio e já teria enfrentado um problema de abuso de drogas. Esse episódio de sua vida teria resultado em um período de reabilitação.

Mas como teriam sido os últimos meses de sua vida? O que Cory teria feito de tão drástico para acabar dessa forma? Para entender isso, é preciso voltar no mês de março de 2013, ano de sua morte. No dia 31 daquele mês, a revista E! confirmou que o ator havia se internado em uma clínica de reabilitação. De acordo com a revista, Cory se internou de forma voluntária, em uma instalação de tratamento para dependência química. Ao fazer isso, Cory fez um pedido pessoal. Ele gostaria de ter o seu respeito e privacidade enquanto tomava medidas necessárias para sua recuperação. Como já vimos com outros famosos, esta não é uma fase fácil na vida de ninguém.

Lea Michele, atriz que deu vida à personagem Rachel na série Glee, e que formava um par romântico com Finn, era companheira de Cory na vida real e confirmou as notícias. Ela publicou em seu Twitter que estava muito grata a todo apoio que recebiam e usou diversas vezes um colar escrito "Cory" em público. 

Últimos dias de Cory

No dia 26 de abril de 2013, o ator completou o seu ciclo de tratamento e twittou, para seus fãs, "Agradeço o amor de todos. Obrigado pelo apoio contínuo! Isso significa o mundo para mim!". Após esse período em tratamento, Cory e Lea resolveram tirar umas férias merecidas no México, pois ele precisava esfriar ainda mais a cabeça. A viagem foi feita logo após a saída de Cory da clínica. No dia 30 de abril de 2013, Cory e Lea foram vistos indo em direção ao norte. O casal estava se mostrando bem. Eles pararam para apreciar alguns peixes e comeram batatas fritas em Victoria, Colúmbia Britânica, com a mãe de Cory, Ann.

No mesmo dia, o casal resolveu assistir a um jogo em Vancouver Canucks, vestindo camisetas demonstrando apoio e torcida ao time favorito de Cory. O tempo ia passando e Cory aparentemente estava melhor. No dia 17 de maio de 2013, ele até foi visto saindo de um prédio comercial em Los Angeles, bastante sorridente. No mesmo dia, o ator foi visto mais vezes, sempre com uma garrafa de água nas mãos. Em 8 de junho de 2013, voltou a comparecer aos grandes eventos e foi visto em seu primeiro tapete vermelho após o período na reabilitação. Cory participou da décima segunda edição anual do Chrysalis Butterfly Ball, ao lado da protagonista Lea Michele.

Cory estava elegante e bastante feliz, enquanto Lea rasgava elogios a ele nas entrevistas para todos os meios de comunicação. No dia 6 de julho de 2013, Cory foi visto fazendo check-in no Vancouver Fairmont Pacific Hotel. Nunca foi relevado o motivo pelo qual ele estava ali e o que pretendia se hospedando no hotel.

Despedida

O ator, que tinha familiares na cidade, foi visto com seus amigos na maior parte do tempo. Teria ele dedicado seus últimos dias aos amigos ao invés da família? No dia 12 de julho, um dia antes de sua morte, segundo o Departamento de Polícia da cidade, Cory teria saído com algumas pessoas à noite. Provavelmente, passou a noite acompanhado, mas segundo as imagens de câmeras do Hotel, o ator e cantor teria voltado sozinho para o seu quarto no sábado pela manhã. A notícia de que ele havia sido encontrado morto foi confirmada por seus representantes, o que chocou fãs do mundo inteiro.

Eles contaram que a família e amigos de Cory estavam bastante abalados e pediram que os fãs se mantivessem fortes e seguros de que tudo ficaria bem. Lea também tentou amenizar as coisas, mesmo bastante abalada. Assim foi o final da vida de Cory Monteith, o ídolo de toda uma geração e que marcou a adolescência de muitas pessoas. Nesse ano de 2019, completam-se 6 anos de sua morte. Cory deixou bastante saudades e será lembrado eternamente por seus trabalhos. Confira essa história no vídeo em nosso canal:

Vídeo

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

Próxima Matéria
Diogo Quiareli
Geminiano, 25 anos, goiano.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+