icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


O vulcão mais frio do mundo expele lava negra

POR Isabela Ferreira    EM Natureza      07/02/18 às 12h36
capa do post O vulcão mais frio do mundo expele lava negra

Embora o vulcão não seja um tipo de formação comum para nós brasileiros, não seria novidade dizer que quando entra em atividade, pode ser devastador. Definidos como grandes aberturas em nossa crosta terrestre, são capazes de expelir magma e outros gases para nossa superfície, estes, que podem estar em estado líquido-pastoso e de aparência incandescente. Apesar de as erupções serem fenômenos impressionantes, já foram capazes de destruir diversas vidas mundo afora.

Existem inúmeros deles espalhados pelo mundo, sendo que alguns já não entram em erupção há um bom tempo. No entanto, há um em específico que chama a atenção de pessoas do mundo inteiro: O vulcão Ol Doinyo Lengai, localizado na Tanzânia. Ele impressiona não apenas por seu tamanho, que chega aos 2.200 metros de altura, mas também por sua aparência e algumas características bastante peculiares.

Mas afinal, o que o vulcão tem de tão especial?

Responder esta pergunta é algo bastante simples. O Ol Doinyo Lengai é nada menos que o vulcão mais frio do mundo. Como se não bastasse, ele também expele lava negra, uma substância bem parecida com a lava convencional. Apenas para que você tenha ideia, a lava deste vulcão alcança a temperatura máxima de 510 º C. Embora ainda pareça extremamente quente aos nossos olhos, é bem mais fria que a lava da maioria dos vulcões, que tem ponto de fusão aproximado de 1000 º C.

No ano de 2008, enquanto um homem fazia uma expedição pelo vulcão, acabou escorregando e caindo diretamente sobre um pequeno fluxo de lava ativo. Possuía todas as chances possíveis de não conseguir sobreviver, mas parece que o destino estava a seu favor. Atualmente, é um dos poucos que conseguiu sair vivo após ter contato com lava vulcânica. Possivelmente, a história não seria a mesma caso ele tivesse contato com a lava convencional.

O Ol Doinyo Lengai possui uma composição química única, diferente de todos os outros vulcões. Enquanto a maioria deles é formado por basalto, este em especial é formado por carbonatitos... Constituídos por sódio, dióxido de carbono dissolvido e cálcio.

É natural que este elemento tenha um ponto de fusão bem abaixo do que estamos acostumados em um vulcão formado por basalto, sendo este também um motivo para que a lava não se aqueça ao ponto de alcançar aquele tom avermelhado. Dessa forma, ela permanece com uma aparência escura, até esfriar por completo e endurecer.

Perigo

Após tomar nota de tais informações, você pode ter a impressão de que este também é o vulcão menos perigoso do mundo. Bem, é aí que você se engana. A espessa massa expelida por vulcões comuns flui a uma velocidade baixa, cerca de 10 km/h.

Seria o suficiente para que uma evacuação do local fosse bem sucedida. Já a lava negra do Ol Doinyo Lengai é bem mais rápida que isso, fluindo tão rápido quanto a água, por exemplo. Tudo isso se deve à sua composição química diferente, que também pode ser devastadora.

E então pessoal, o que acharam? Já conheciam o vulcão? Compartilhem suas ideias com a gente aí pelos comentários!


Próxima Matéria
avatar Isabela Ferreira
Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest