• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Objetos circulares misteriosos são detectados pelos astrônomos no espaço

POR Bruno Dias    EM Curiosidades      10/07/20 às 15h44
foto de destaque

O universo sempre foi um tema de grande interesse para nós. Sua imensidão e todo o desconhecido que o circunda atiçam a curiosidade de todos os cientistas e até mesmo de pessoas que são intrigadas para saber o que tem nesse universo além de nós.

O imenso espaço abriga mais de meio milhão de fragmentos de detritos pequenos. Esses possuem, em média, o tamanho de uma bolinha de gude e são como "poluições" na órbita da Terra. Há ainda pelo menos 20 mil maiores ou do tamanho de uma bola de tênis. Entre esses objetos, há luvas de astronautas, pedaços de espaçonaves "mortas" e partes de foguetes fora de uso. https://docs.google.com/document/d/159qYb1x9wM4GlO3mmgWj9TeSyxgAzljQatvUP_X-R_Q/edit

Além desses objetos, existem todos os tipos de astros que já foram observados em algum momento. Mas agora, astrônomos observaram objetos bem incomuns no espaço profundo. Esses objetos emitem ondas de rádio fracas e tem um formato muito circular. Além de brilhar mais forte em suas bordas, como se  fossem anéis.

Objetos

 

Esses objetos foram chamados de "odd radio circles" (ORC), que em tradução seria "estranhos círculos de rádio", por conta da sua singularidade. Os pesquisadores não conseguiram determinar o quão distante estariam os ORCs. Mas eles poderiam estar relacionados a galáxias distantes.

Esses objetos foram observados fora do plano do disco da Via Láctea e parecem ser bem pequenos no nosso céu. Eles têm aproximadamente cerca de um minuto de arco de diâmetro. Para se ter uma noção, a lua, por exemplo, aparece 31 vezes maior no céu.

Um novo artigo científico traz várias hipóteses para explicar a natureza desses objetos. Mas não existe nenhuma que se encaixe de forma perfeita nesses novos ORCs que foram observados.

Depois que os pesquisadores eliminaram vários fenômenos a respeito desses objetos, a especulação deles gira em torno de ondas de choque de acontecimentos fora da galáxia. Ou então, emissões de rádio de alguma galáxia.

Suposições

Mas segundo Kristine Spekkens, astrônoma da Queen"s University e da Royal Military College no Canadá, esses objetos podem indicar um fenômeno completamente desconhecido. De acordo com ela, é possível que ele possa ser um objeto novo, mas de alguma classe de objetos que já é conhecida mas que ainda não foi investigado.

A astrônoma diz que é possível que fenômenos diferentes sejam a causa desses objetos. Os quatro ORCs brilham no comprimento de ondas de rádio, mas não é possível detectá-los em luz visível, raios-x ou infravermelho. Por conta disso, é possível que eles tenham sido criados por suas galáxias.

Dos quatro ORCs, dois estão bem perto um do outro. Isso sugere que suas origens podem estar conectadas. E como até agora, só se sabe a respeito de quatro desses objetos diferentes, os pesquisadores ainda não têm dados suficientes para determinar exatamente a natureza deles. Mas as investigações ainda estão no começo. E os pesquisadores esperam encontrar mais deles.

Juntando a capacidade de ver objetos de rádio fracos de uma maneira mais ampla, a pesquisa é posicionada de uma maneira exclusiva para encontrar novos objetos. De acordo com a previsão dos cientistas, aproximadamente 70 milhões de novos objetos de rádio serão encontrados pelo projeto. Isso vai aumentar o catálogo atual em cerca de 2,5 milhões.


Ei Fatos, não deixe de conferir:

2 SINAIS QUE FALTAM PARA JESUS VOLTAR - E SE FOR VERDADE

Próxima Matéria
avatar Bruno Dias
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.

Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+